Aproveitando o hype de Barbie e Oppenheimer, que deram origem ao termo Barbenheimer, Charles Band, produtor e diretor de cinema conhecido por seus trabalhos em filmes de comédia de terror, anunciou um novo projeto compilando os dois maiores sucessos do cinema deste ano. De acordo com o THR, o cineasta busca apenas financiamento para começar as filmagens. 

O que você precisa saber: 

  • O novo filme de Band se chamará, claro, Barbenheimer
  • A comédia de terror contará a história de uma boneca cientista que vive em Dolltopia, um mundo perfeito com festas e praias, até que ela vai para o mundo real e descobre o verdadeiro destino de algumas bonecas; 
  • O produtor confirmou que a ideia do filme vem com pensamento único de lucro, mas claro que também como “uma oportunidade de se divertir”. 

Leia mais! 

O mundo real de Bambi J Barbenheimer, a boneca do novo filme, mostrará o destino de bonecas nas mãos de algumas crianças. Chocada, a junção de Barbie com Oppenheimer decide construir uma bomba nuclear para destruir tudo. 

publicidade

É uma oportunidade de se divertir com a parceria dos dois filmes e a energia de Barbie e a sobriedade de Oppenheimer. Você mistura os dois e tem uma grande oportunidade de humor sombrio. 

Charles Band ao THR. 

Previsões apontam que Barbenheimer terá um orçamento de US$ 1 milhão. As filmagens devem começar em 2024. 

O que é Barbenheimer? 

Com lançamentos agendados para o mesmo dia, os fãs de Barbie Oppenheimer cravaram a expressão Barbenheimer dando início a uma competição acirrada entre os dois filmes mais aguardados de 2023. 

O fenômeno se tornou ainda mais real quando ambas as produções alcançaram, cada uma, mais de US$ 50 milhões na estreia, estabelecendo pela primeira vez na história uma liderança e vice-liderança com esse faturamento. 

Com a internet sendo a internet, diversos memes também tomaram conta das redes sociais na época, com uma produção “invadindo” o espaço da outra — até trailer da Barbie com Cillian Murphy, protagonista em Oppenheimer, foi criado (veja aqui!). 

Assim, um filme acabou estimulando o outro: com curiosos se interessando pelo live-action de Barbie, e os fãs da boneca querendo entender quem foi Oppenheimer (criador da bomba atômica).  

Ambos os filmes conquistaram diversos títulos, mas Barbie, claro, teve o maior destaque, seguindo no topo das bilheterias por 10 semanas seguidas (mesmo com o longa já nos streamings). Oppenheimer também continuou faturando milhões mesmo após dois meses no cinema, tornando-se a maior cinebiografia de todos os tempos.