A tempestade de areia é considerada um evento meteorológico e tende a atingir regiões mais secas e semiáridas, devido ao potencial destes lugares de abrigar partículas de poeira. O fenômeno é, originalmente, obra da natureza e pode afetar o ser humano, prédios, animais e quase qualquer coisa que estiver no meio do caminho. A seguir, confira mais informações sobre o que causa as tempestades de areia.

Leia mais:

O que são e como se formam as tempestades de areia?

Imagem: CCTV/Reprodução

Podem ser descritos como “eventos meteorológicos” os fenômenos da natureza que acontecem na atmosfera do planeta e detêm uma ligação direta com o clima e o tempo de um lugar. Dito isso, as tempestades de areia são consideradas um exemplo desse tipo de ocorrência.

As tempestades de areia acontecem, normalmente, em regiões secas, áridas e semiáridas, tais como desertos e até em um litoral mais seco. Isso porque, nestes lugares, a concentração de poeira, areia e demais detritos finos é mais comum, o que facilita a sua dispersão no ar quando grandes rajadas de vento varrem o solo.

publicidade

Mas qualquer região seca pode ter uma tempestade de areia? Em tese, é possível. Mas além da presença de um solo seco e de resíduos finos, é necessário um vento muito forte: quando isso acontece, o vento varre estas partículas, as levanta do chão e as transporta de um lugar para o outro.

Esse transporte da poeira pode gerar nuvens densas de detritos, o que ocasiona o que chamamos de “tempestade de areia”. Além de tudo isso, outro fator que contribui para dispersão avulsa das nuvens é a ausência da flora, já que as árvores ou plantações poderiam ajudar a diminuir o transporte dos detritos e, consequentemente, diminuir um pouco a sua transmissão.

Quais as consequências de uma tempestade de areia?

As consequências de uma tempestade de areia dependem de inúmeros fatores, mas vamos listar alguns a seguir:

  • Prejuízo à saúde: ser pego em uma tempestade de areia pode contribuir para que os resíduos flutuantes causem pequenas escoriações pelo seu corpo, entram nos seus olhos, nas roupas, e até dentro do seu sistema respiratório pela inalação;
  • Impacto nas lavouras agrícolas: apesar de árvores e plantas serviram como um “escudo natural”, capaz de combater um pouco dos resíduos transportados pelos ventos, algumas plantas podem sufocar se forem muito imersas na poeira e morrer pouco tempo depois;
  • Acidentes de trânsito: a baixa visibilidade das pistas, pedestres, obstáculos e de outros meios de transporte contribui para que acidentes ocorram, o que coloca as pessoas em grande perigo;
  • Danos estruturais: os resíduos ainda podem prejudicar o funcionamento de componentes elétricos de usinas e postes, e até invadir prédios, empresas e residências.