O boom de carros elétricos ainda não passou e, só nos Estados Unidos, o número de vendas no terceiro trimestre deste ano aumentou em 98% em relação ao mesmo período de 2022. Apesar de algumas grandes empresas do setor não divulgarem dados por país ou região, como a Tesla, as 19 marcas que revelam esses números separadamente venderam cerca de 130 mil unidades em apenas três meses.

As marcas são Audi, BMW, a divisão de vans de entrega BrightDrop da General Motors, Cadillac, Chevrolet, Ford, Genesis, GMC, Hyundai, Kia, Lexus, Mazda, Mercedes-Benz, Nissan, Porsche, Subaru, Toyota, Volkswagen e Volvo.

Vídeo relacionado

Leia mais:

Números de vendas de elétricos, sem a Tesla

  • Os dados foram levantados pelo site Inside EVs.
  • Sem contar a Tesla (que não divulga dados específicos dos Estados Unidos), a Ford foi a montadora que mais vendeu carros eletrificados no país. Foram 20.962 unidades vendidas.
  • Em segundo lugar, a Hyundai vendeu 16.738 unidades, sem contar os números da divisão Kona Electric.
  • O terceiro lugar ficou com a Chevrolet, com 15.872 unidades vendidas, em sua maioria da linha Bolt, que serão descontinuadas em breve.
  • Em seguida, a BMW emplacou 13.079 unidades vendidas, a Mercedes-Benz, 10.424, e a Kia, 10.016.
  • Vale lembrar que os números são relativos ao terceiro trimestre deste ano, que compreende os meses de julho, agosto e setembro.
Chevrolet Bolt EUV teve importante participação nos números da montadora, mas será descontinuado em breve (Imagem: Divulgação/Chevrolet)

2023 para os elétricos

Já considerando o ano inteiro (de janeiro de 2023 até setembro, quando o último relatório trimestral foi divulgado), o ranking de marcas que mais venderam muda: a Chevrolet fica em primeiro lugar, com 49.531 modelos vendidos e a Ford em segundo, com apenas pouco menos, 46.671 vendas. Isso significa que o quarto e último semestre do ano será competido entre as duas montadoras.

publicidade

Em terceiro vem a Hyundai, com 33.624. Depois, BMW, com 31.043; Mercedes, com 29.691 e Volkswagen, com 27.155.

Ainda, as vendas da Rivian nos Estados Unidos são desconhecidas, mas, segundo o site Automotive News, a empresa tem uma participação significativa, com 30.240 modelos saindo das lojas.

publicidade
BYD é líder na venda de elétricos mundialmente (Foto: BYD/Divulgação)

O que isso significa?

Com o crescente número de modelos elétricos sendo vendidos, 2023 consolidou esse setor e mostrou a importância das marcas correrem atrás, o que refletiu também na participação das empresas no ranking.

As montadoras que apareceram no ranking representam, sozinhas nos EUA, mais de 316 mil vendas, 94% a mais do que o período no ano passado. A tendência é que, com mais modelos entrando na competição, outras marcas passem a integrar a participação no setor, forçando todas a se tornarem mais competitivas.

publicidade

Vale relembrar que a Tesla e a BYD não divulgaram números específicos, mas detém o setor mundialmente.