Segundo informação divulgada pela Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA), pela primeira vez, os registros de veículos elétricos na União Europeia superaram os dos carros movidos a diesel. Os dados referem-se ao período de janeiro a outubro deste ano.

Esse é um grande marco para o mercado de elétricos na região e indica que a população está desapegando do tradicional transporte a combustível fosseis – responsáveis por uma grande emissão de CO2 na atmosfera.

Mercado de veículos elétricos crescendo

  • De janeiro a outubro de 2023, os registro de veículos elétricos ultrapassaram os de carros a diesel
  • Isso quer mais pessoas estão adquirindo esse tipo de veículo
  • Como o novo marco, o EVs se tornaram o terceiro carro mais popular na Europa – depois dos a gasolina e os híbridos
  • No último mês os registro de EVs aumentaram 36,3% em comparação com outubro de ano passado
  • 1,2 milhão de novos veículos elétricos foram registrados no território europeu, um aumento de 53,1% em comparação com ano anterior.
  • Agora eles representam 14% de todo o medo na região

Leia mais:

Enquanto isso, o diesel declina

  • Em outubro do ano passado, os carros a diesel tinham uma participação de mercado de 15,9%. Este ano, ela caiu para 12%.
  • No ano de 2015, o diesel detinha uma posição dominante com uma participação de 50%. Em comparação, no acumulado deste ano, a participação do diesel é de 13,9%.
  • Além disso, em outubro deste ano, as vendas de carros a diesel diminuíram 13,2% comparado com o mesmo período do anterior.

Híbridos também estão ganhando espaço

Os carros híbridos tiveram 2,2 milhões de novos registros na União Europeia de janeiro a outubro, um aumento de 29,8%, mostrando que estão ganhando terreno. Mas, por outro lado, os modelos com plug-in – também chamados de PHEV- estão com uma participação menor de mercado. Em 2022 representavam 10,2% dele, atualmente são 8,4%.

publicidade

Os líderes ainda são os carros a gasolina, que tiveram um aumento de 8,1% em registros no último mês e consequentemente conquistaram mais espaço no mercado. Porém, essa categoria diminuiu de 35,4% para 33,4%, nos primeiros dez meses, em comparação com 2022.

Pelo que parece, os carros a diesel e a gasolina estão perdendo a popularidade. Certamente, embora num fluxo lento, estão sendo gradualmente substituídos por veículos híbridos e elétricos.