Em dias de chuvas intensas, se locomover na cidade de São Paulo se torna uma atividade árdua. Uma viagem de meia hora pode durar uma hora ou bem mais. Por isso, muitos motoristas buscam por rotas alternativas para evitar os caminhos congestionados.

Uma nova pesquisa do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica (Poli) pode ser o começo para criar soluções que auxiliem nesse contexto. A pesquisa também teve parceria com o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP.

Modelo prevê escolha de rotas de motoristas

  • As mudanças climáticas estão influenciando o modo como usuários usam o sistema de transporte.
  • O estudo busca analisar a conduta específica de motoristas em São Paulo.
  • Para isso, foi desenvolvido de modelo de “escolha discreta”.
  • O método explica como diferentes variáveis influenciam a decisão do usuário ao escolher uma rota.
  • Entre elas estão fatores como distância a ser percorrida, tempo estimado de viagem e intensidade da chuva.
  • Segundo o pesquisador Enzo Gonçalves Yulita, a ideia é reproduzir as escolhas realizadas pelos motoristas e, por meio disso, conseguir calcular as probabilidades de cada rota.

Leia mais:

Como o modelo pode ajudar os motoristas?

Na prática, em dias de temporais, o modelo pode sugerir rotas alternativas para ajudar o motorista a escolher uma mais adequada. Isso pode diminuir o congestionamento e o tempo de viagem durante os dias de intensas chuvas. Tendo mais ferramentas como essa, acidentes também podem ser evitados.

publicidade

O orientador do estudo, Cassiano Isler, explicou aplicabilidade da pesquisa ao Jornal da USP:

Acredito que um passo importante depois do trabalho do Enzo seria a possibilidade da integração dos resultados desses modelos em aplicativos, por exemplo, para auxiliar na tomada de decisão do usuário durante a viagem.

Cassiano Isler ao Jornal da USP

O modelo ainda precisa ser aperfeiçoado, com, por exemplo, a implementação de um banco de dados mais robusto. De qualquer forma, esse já é o início para a criação de uma ferramenta que vai apoiar os motoristas.