A experiência de usar um computador com Windows 11 instalado pode se tornar desagradável para quem não compreende o idioma de exibição. Se você quer evitar essa possível dor de cabeça, confira abaixo os passos para mudar a língua do sistema operacional.

Leia mais:

Como alterar o idioma do Windows 11

Antes de acompanhar os passos a seguir, não se esqueça de conferir se a licença do Microsoft Windows 11 instalado no seu computador permite a mudança de idioma. A informação pode ser achada na janela “Hora e idioma” (Time & language), que aparece na terceira etapa abaixo.

Tempo necessário: 2 minutos.

  1. Inicie o sistema operacional

    Primeiramente, na barra de tarefas, clique no ícone do Windows. Depois, na janela aberta, toque em “Configurações” (Configurations).Imagem para ilustrar matéria sobre o sistema operacional Windows 11.

  2. Vá para as configurações

    Em seguida, nas opções à esquerda, selecione “Hora e idioma” (Time & language) e, logo após, abra “Data e hora” (Language & region).Imagem para ilustrar matéria sobre o sistema operacional Windows 11.

  3. Mude a língua

    Seguidamente, toque no botão “Adicionar um idioma” (Add a language).Imagem para ilustrar matéria sobre o sistema operacional Windows 11.

  4. Instale o idioma

    Depois, clique em “Avançar” (Next) e marque todas as opções apresentadas, incluindo “Definir como meu idioma de exibição do Windows” (Set as my Windows display language). Por fim, para efetivar a alteração da língua, reinicie o computador.

Fim do suporte ao Windows 10 vai gerar descarte em massa de computadores?

A Microsoft reiterou recentemente que o fim do suporte ao Windows 10 ainda ocorrerá a partir do dia 14 de outubro de 2025. Segundo a Public Interest Research Group (PIRG), federação de organizações sem fins lucrativos dos EUA, isso poderá ocasionar no maior descarte de computadores da história.

publicidade

Para esclarecer a possibilidade desse cenário catastrófico, a instituição lançou um documento intitulado “Diga à Microsoft: não deixe milhões de computadores para trás”.

Microsoft não vai oferecer suporte para o Windows 10 a partir de 2025. Imagem: Divulgação/Windows.

Direcionado ao CEO da Microsoft, Satyn Nadella, o texto aponta que um descarte em massa também atrapalharia as metas de sustentabilidade que companhia estabeleceu para si própria.

Nesse cenário, a PIRG alega que cerca de 40% dos aparelhos em uso atualmente se tornariam obsoletos por não possuírem os requisitos de hardware necessários para receberem a última versão do sistema operacional.

Ainda de acordo com a organização, a decisão da companhia afetaria milhões de computadores funcionais em hospitais, empresas e residência.