A Meta planeja lançar o Threads na União Europeia em dezembro, informaram pessoas familiarizadas com o assunto ao The Wall Street Journal, representando a maior expansão da rede social desde seu lançamento.

O que você precisa saber:

  • A Meta lançou o Threads em mais de 100 países, exceto na União Europeia devido às rigorosas regulamentações de serviços online do bloco.
  • Segundo uma das fontes, para cumprir com a legislação europeia, a Meta disponibilizará uma opção aos usuários de usar o Threads exclusivamente para consumo, sem um perfil próprio para fazer postagens.
  • Outra medida do Threads foi anunciada por Adam Mosseri, chefe do Instagram, que disse que a rede social permitirá excluir suas contas sem precisar deletar a conta do Instagram. Isso porque a Lei de Mercados Digitais (DMA) da UE não permite comunicação entre plataformas de mídia social.
  • A analista de tecnologia independente Debra Aho Williamson, consultado pelo WSJ, estima que a chegada do Threads na região pode resultar em aproximadamente 40 milhões de usuários mensais em 2024.
  • “O lançamento na Europa certamente atrairia mais pessoas, criando mais conversas e mais utilização”, disse.

Leia mais:

Nesse mês, o Threads começou a testar mais uma função que o aproxima ainda mais do antigo Twitter (agora X). A rede social ligada ao Instagram está recebendo suporte para hashtags com objetivo de ajudar usuários a pesquisar na plataforma. 

  • O recurso ainda está em teste e, por ora, disponível apenas na Austrália; 
  • Segundo Mark Zuckerberg, CEO da Meta, a funcionalidade deve ser liberada para mais países em breve; 
  • O uso de tags no Threads deve funcionar semelhantemente ao Instagram — uma tag mais uma palavra-chave no campo de pesquisa para ver uma lista de postagens relevantes.