O Google fez melhorias nos recursos de segurança pessoal para usuários de Android. Uma das novas funcionalidades é uma ferramenta que alerta a emergência quando o dono do aparelho não for capaz, transmitindo dados médicos importantes para a polícia ou para os socorristas.

Recurso de segurança no Android

  • O funcionamento do recurso de segurança é relativamente simples. O usuário deve estar com o aplicativo “Personal Safety” instalado e incluir dados relacionados à própria saúde;
  • Então, se em alguma situação precisar chamar a polícia, bombeiros ou algum tipo de socorrista, o app transmite as informações para um sistema chamado RapidSOS, sem que o usuário tenha que especificá-las;
  • Esse sistema conta com milhares de assistentes e os dados são retransmitidos para as autoridades responsáveis;
  • Para isso, o número chamado deve ser “911”, referente à polícia nos Estados Unidos.

Leia mais:

celular Android smartphone
Imagem: Adrien/Unsplash

Benefícios

Segundo Tenea Reddick, diretora do Corpo de Bombeiros da cidade de Baltimore (EUA), em comunicado, o benefício da função é que, caso a pessoa esteja envolvida em algum tipo de acidente e só conseguir fazer a ligação, mas não puder efetivamente se comunicar, os socorristas têm todas as informações necessárias para fazer o resgate.

publicidade

Isso economiza muito tempo porque já sabemos a que estamos respondendo e do que precisamos.

Tenea Reddick

Prevenção de acidentes

A tecnologia não é exatamente novidade. De acordo com o The Verge, desde 2018, dispositivos Android e iOS já podem enviar a localização quando um usuário faz chamada para o 911.

Agora, o serviço incorporado no Android facilita ainda mais o processo e, além da localização, envia dados de idade, peso, tipo sanguíneo, alergias e o que mais tiver cadastrado na plataforma, para que os médicos ou outros tipos de socorristas saibam como melhor lidar com a situação.

Para ativar esse recurso, os usuários devem ir nas configurações do aparelho e acessar as opções de segurança e emergência. O processo pode ser diferente para cada aparelho Android. Por ora, o recurso é válido nos EUA.