Ninguém gosta de enfrentar turbulência durante uma viagem de avião. A sensação é de fragilidade sentindo aquela estrutura metálica balançando… Até mesmo o ateu começa a rezar!

Sabendo disso, a empresa austríaca Turbulence Solutions afirma que trabalha num sistema que vai reduzir as forças sentidas pelos passageiros em até 80%, além de diminuir o consumo de combustível em até 10%.

Leia mais

De acordo com a companhia, esse sistema detecta a turbulência pouco antes dela acontecer e usa um ajuste de sustentação automatizado de controle da aeronave para gerar forças opostas à turbulência.

publicidade

Para prever o que está prestes a atingir as asas, o sistema utiliza sondas de pressão diferencial de ar.

A Turbulence Solutions divulgou um vídeo explicando como funciona esse esquema — que você pode acompanhar a seguir:

Turbulências vêm aumentando, indica estudo

  • Uma reportagem da BBC informa que cientistas da Universidade de Reading, no Reino Unido, identificaram um aumento desses fenômenos nos últimos 40 anos.
  • Eles descobriram que a turbulência severa aumentou 55% entre 1979 e 2020 numa rota tipicamente movimentada do Atlântico Norte.
  • Os cientistas atribuíram esse aumento às mudanças climáticas, que promovem alterações abruptas na velocidade do vento em grandes altitudes, causando a turbulência.
  • Essa mudança na velocidade do vento ocorre devido ao ar mais quente, que está lá por causa das emissões de carbono.

E quando esse sistema anti-turbulência deve ficar pronto?

A empresa afirma que terá um sistema disponível comercialmente para aeronaves leves em 2024. Para voos comerciais, porém, a expectativa é de lançamento apenas em 2030.

As informações são da New Atlas.