Uma descoberta fascinante revela um pouco mais sobre a alimentação do Gorgosaurus libratus, um dinossauro da família dos temidos tiranossauros. Cientistas encontraram fósseis do antigo animal com o conteúdo estomacal preservado, algo raríssimo.

Leia mais

O que havia comido o Tiranossauro?

  • Segundo as análises do material, o tiranossauro em questão havia comido apenas as pernas de dois Citipes elegans, uma espécie de dinossauro semelhante a uma pequena ave emplumada.
  • Os pesquisadores destacam que essa era uma presa abundante há cerca de 75 milhões de anos.
  • A degradação dos ossos indica que o Gorgosaurus deve ter morrido uma semana depois dessa refeição.
  • No entanto, não é possível identificar a causa da morte do enorme predador.
  • O estudo foi publicado na revista Science Advances.
  • As informações são da IFLScience.
Em verde estão os ossos do tiranossauro e, em vermelho, os da presa (Imagem: divulgação/Darla Zelenitsky/University of Calgary)

Importância da descoberta

O fóssil do dinossauro, que viveu há cerca de 75,3 milhões de anos, foi encontrado no fundo de um rio onde hoje fica o território de Alberta, no Canadá, mas isso não significa necessariamente que ele morreu afogado. Os pesquisadores destacam que as águas transportam muitos sedimentos e, por isso, muitos ossos antigos são encontrados em ambientes do tipo.

A descoberta do conteúdo no sistema digestório intacto revela importantes informações sobre como tiranossauros de diferentes idades se alimentavam. Espécies adultas geralmente predavam grandes herbívoros, como os ceratopsianos. O tiranossauro em questão, no entanto, tinha no máximo 7 anos.

publicidade

O achado sugere que os tiranossauros como um todo, inclusive o famoso Tyrannosaurus rex, tinha um padrão alimentar que variava ao longo da vida, fazendo com que ele ocupasse diferentes nichos ecológicos: mesopredador no início da vida e superpredador na vida adulta. 

Os autores afirmam que essa característica pode ter conferido uma vantagem evolutiva a esses animais. Além disso, a descoberta ainda revelou que os Gorgosaurus jovens se alimentavam apenas das pernas das presas e deixavam o resto de lado. 

Até o momento havia dúvidas sobre o padrão alimentar desses animais. Alguns especialistas acreditavam que eles caçavam em bandos e que os filhotes se aproveitavam das presas capturadas pelos adultos, o que foi agora descartado.