Um fenômeno bastante raro foi avistado em imagens tiradas por um fotógrafo em Estocolmo, na Suécia. Peter Rosén capturou o momento em que uma luz verde apareceu vindo de Vênus. O clarão durou cerca de um segundo.

Leia mais

Flash verde vindo de Vênus

  • A foto foi tirada na madrugada de 8 de janeiro deste ano.
  • Flashes verdes semelhantes são ocasionalmente vistos vindo do Sol quando a enorme estrela aparece acima de um horizonte oceânico.
  • O fenômeno é causado pela luz dos objetos celestes sendo refratada, ou separada, à medida que passa pela atmosfera do nosso planeta.
  • A luz visível é composta por diferentes comprimentos de onda, que coletivamente dão aos raios a sua cor habitual.
  • Mas quando a luz do Sol brilha através da atmosfera da Terra, os comprimentos de onda individuais são parcialmente refratados por moléculas de gás.
  • As informações são da Live Science.

Veja abaixo a imagem:

Momento em que fotógrafo capturou flash verde vindo de Vênus (Imagem: Peter Rosén)

O que explica o fenômeno?

Com as condições certas, como céu claro, a luz do sol e planetas próximos podem se separar completamente, especialmente quando estão posicionados perto do horizonte, porque a luz precisa viajar por mais da atmosfera para chegar ao observador.

publicidade

Quando isso acontece, comprimentos de onda mais curtos de luz, como azuis e violetas, são mais espalhados, enquanto comprimentos de onda mais longos, como vermelhos, laranjas e amarelos, são mais prontamente absorvidos por moléculas na atmosfera. Como resultado, comprimentos de onda verdes de comprimento médio às vezes são as únicas cores que atingem um observador.

No entanto, para isso acontecer é preciso que o ângulo seja exatamente o que foi observado pelo fotógrafo. Nas imagens, o verde é a cor mais proeminente que pisca de Vênus, mas também é possível ver as cores amarela, laranja, vermelha e azul.

Além de Vênus, flashes verdes semelhantes também já foram capturados em imagens de Mercúrio e da Lua. Ao contrário dos registros feitos ao redor do Sol, que aparecem com mais frequência no céu claro acima do oceano, esses fenômenos são mais comumente avistados em temperaturas mais frias.