Os remakes são uma prática recorrente na indústria cinematográfica, muitas vezes buscando reimaginar ou modernizar clássicos para atrair novas audiências. No entanto, nos últimos anos, as novas versões de obras antigas têm se tornado tão frequentes e abundantes que o público já começa a demonstrar cansaço

Além disso, algumas dessas produções têm sido consideradas verdadeiros desastres, chegando a ser ofensivas quando comparadas aos filmes originais. 

Diante desse cenário, compilamos uma lista dos 10 piores remakes do cinema.

A Hora do Pesadelo (2010)

A Nightmare on Elm Street (2010) / Crédito: Warner Bros. Pictures (divulgação)
  •  Disponível para assinantes do Now.

Massacrada pela crítica, esta refilmagem do clássico de 1984 dirigido e escrito por Wes Craven conseguiu ao menos se sair bem nas bilheterias, sendo o filme de maior arrecadação de toda a franquia. 

publicidade

Com uma aprovação de apenas 14% no site agregador de críticas Rotten Tomatoes, o consenso crítico aponta para a falta de brilho e criatividade, bem como a ausência de carisma em Freddy Krueger. 

No filme, um grupo de adolescentes é perseguido e assassinado em seus sonhos por um aterrorizante homem desfigurado.

O original “A Hora do Pesadelo” (1984) está disponível para assinantes do HBO Max e Oldflix.

Leia mais:

O Vingador do Futuro (2012)

Total Recall (2012) / Crédito: Sony Pictures Releasing (divulgação)
  • Disponível para comprar no Amazon Prime Video, Google Play Movies e Apple TV.

Remake do clássico de 1990 dirigido por Paul Verhoeven e estrelado por Arnold Schwarzenegger, este “O Vingador do Futuro” lançado em 2012 não teve uma recepção positiva do público e foi mal avaliado pela crítica. 

O longa conta com uma aprovação de 31% no Rotten Tomatoes. O consenso dos especialistas aponta para o resultado genérico da obra. 

Colin Farrell, Kate Beckinsale, Jessica Biel e Bryan Cranston estão nos papeis principais nesta versão. A trama se passa no futuro e segue um operário que, após experimentar um serviço de memórias artificiais, descobre que, na verdade, ele é um espião.

O original “O Vingador do Futuro” (1990) está disponível para assinantes do Amazon Prime Video e Telecine.

Oldboy – Dias de Vingança (2013)

Oldboy (2013) / Crédito: FilmDistrict (divulgação)
  • Disponível para alugar e comprar no Google Play Movies e Apple TV.

O renomado diretor Spike Lee decepcionou a maioria da crítica especializada com “Oldboy” (2013), o remake do aclamado filme sul-coreano de mesmo nome lançado em 2003. O consenso crítico definiu o filme como superficial e acomodado. No Rotten Tomatoes, a obra conta com uma aprovação de apenas 39% dos críticos. 

Estrelado por Josh Brolin, Elizabeth Olsen e Sharlto Copley, a trama segue um executivo que é misteriosamente sequestrado e mantido em cativeiro por 20 anos, sem qualquer explicação para o motivo de seu confinamento. 

De repente, ele é solto sem aviso prévio e inicia uma busca por vingança, tentando descobrir quem o sequestrou e por quê.

RoboCop (2014)

RoboCop (2014) / Crédito: Sony Pictures Releasing (divulgação)
  • Disponível para alugar no Amazon Prime Video e Apple TV. Disponível para comprar no Amazon Prime Video, Google Play Movies e Apple TV.

O diretor brasileiro José Padilha (dos filmes “Tropa de Elite”) dirigiu o remake de um dos maiores clássicos de ficção científica, “RoboCop” (1987) de Paul Verhoeven.

Contudo, a nova versão não agradou a crítica, obtendo uma aprovação de 49% no Rotten Tomatoes. De acordo com o consenso dos críticos, o remake não acrescenta nada de novo e é considerado fraco em comparação com o original. 

Joel Kinnaman interpreta o papel de Alex Murphy/RoboCop, e a trama segue a premissa básica do filme original: no futuro, um policial sofre um atentado que o deixa gravemente ferido, sendo posteriormente transformado em um ciborgue policial.

O original “Robocop” (1987) está disponível para assistir gratuitamente no NetMovies. Também disponível para assinantes do NOW e Looke. 

Olhos da Justiça (2015)

Secret in Their Eyes (2015) / Crédito: HBO Max, STX Entertainment (divulgação)
  •  Disponível para assinantes do HBO Max.

O sucesso argentino (e ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro) “O Segredo dos Seus Olhos” (El secreto de sus ojos, 2009) ganhou uma genérica refilmagem hollywoodiana.

“Olhos da Justiça” até recebeu elogios pelas boas performances de seu bom elenco, composto por Chiwetel Ejiofor, Nicole Kidman, Julia Roberts e Alfred Molina; no entanto, isso não foi o suficiente para redimir o filme, de acordo com os críticos. O longa-metragem detém uma aprovação de apenas 39% no Rotten Tomatoes.

No filme, um agente do FBI procura pistas há 13 anos de um assassinato da filha de uma colega de trabalho. Contudo, uma nova pista finalmente surge, levando a uma verdade chocante.

O original “O Segredo dos Seus Olhos” (2009) está disponível para assinantes do Amazon Prime Video, Star+ e Looke.

Caçadores de Emoção: Além do Limite (2015)

Point Break (2015) / Crédito: Summit Entertainment (divulgação)
  • Disponível para alugar e comprar no Amazon Prime Video e Apple TV.

Massacrado pela crítica, este filme é um remake de “Caçadores de Emoção”, popular longa-metragem lançado em 1991, dirigido por Kathryn Bigelow e estrelado por Keanu Reeves e Patrick Swayze. 

Com uma aprovação de apenas 11% no Rotten Tomatoes, o filme recebeu críticas negativas em todos os aspectos, desde direção e atuações até as cenas de ação consideradas burocráticas. 

Na trama, um agente do FBI se infiltra em um grupo de atletas radicais suspeitos de realizar assaltos.

O original “Caçadores de Emoção” (1991) está disponível para assistir gratuitamente no PlutoTV.

A Névoa (2005)

The Fog (2005) / Crédito: Sony Pictures Releasing (divulgação)
  • Disponível para comprar no Google Play Movies e Apple TV.

Este filme é um remake de “A Bruma Assassina” (“The Fog”, 1980), cultuado filme de terror dirigido por John Carpenter. No entanto, diferentemente do original, a refilmagem foi duramente criticada em todos os aspectos de sua produção pela crítica especializada. 

O filme gira em torno de uma pequena cidade costeira que se torna alvo de espíritos vingativos quando uma misteriosa névoa aparece no local.

O original “A Bruma Assassina” (1980) está disponível para assistir gratuitamente no NetMovies. Também disponível para assinantes do Mubi e Looke.

Pinóquio (2022)

Pinóquio (2022) / Crédito: Disney (divulgação)
  •  Disponível para assinantes do Disney+.

Considerado pela crítica um dos piores títulos da leva de remakes live-action das animações clássicas da Disney, “Pinóquio” foi dirigido por Robert Zemeckis e estrelado por Tom Hanks como Gepeto. 

O filme foi avaliado como uma refilmagem “sem alma” da animação clássica de 1940, contando com uma aprovação de apenas 28% no Rotten Tomatoes. 

No filme, um boneco de madeira é criado por um velho entalhador e trazido à vida por uma fada azul. Seu nome é Pinóquio, e seu maior sonho é ser um menino de verdade. Contudo, toda vez que mente, o seu nariz cresce.

O original “Pinóquio” (1940) está disponível para assinantes do Disney+.

Pulse (2006)

Pulse (2006) / Crédito: Dimension Films (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Dirigido pelo renomado cineasta Kiyoshi Kurosawa, “Kairo” (2001) é um dos filmes de terror japonês mais cultuados por críticos e cinéfilos deste século. Entretanto, não se pode dizer o mesmo do remake americano “Pulse”, estrelado por Kristen Bell, Ian Somerhalder e Christina Milian. 

Com uma aprovação de 11% no Rotten Tomatoes, “Pulse” foi condenado por perverter toda a profundidade emocional do original e substituir por uma abordagem ordinariamente convencional e clichês mais batidos do terror. 

No filme, uma dimensão de fantasmas entra em contato com um grupo de estudantes através da internet, causando horror e uma onda de suicídios.

Uma Chamada Perdida (2008)

One Missed Call (2008) / Credito: Warner Bros. Pictures (divulgação)
  • Disponível para alugar e comprar no Amazon Prime Video e Google Play Movies.

O remake americano de “Uma Chamada Perdida” (Chakushin ari, 2003), um filme de terror japonês dirigido pelo cultuado Takashi Miike, conta com nada menos que uma aprovação de 0% dos críticos no site Rotten Tomatoes. 

A versão americana é considerada uma bomba, com críticas especialmente voltadas para as péssimas atuações, segundo os críticos. 

No filme, uma série de mensagens de voz sinistras prediz a morte iminente das pessoas que as recebem em seus celulares.