O Apple Vision Pro acabou de ser lançado, mas alguém já conseguiu quebrar ele. Sam Kohl, do Apple Track, postou uma foto do dispositivo de R$ 17 mil quebrado em sua conta no X na tarde da última sexta-feira (2). O estrago, entretanto, não foi acidental, e em um vídeo o repórter revela que testou a resistência do aparelho e o resultado foi surpreendente.

O que você precisa saber?

  • O novo Apple Vision Pro acabou de sair, mas já foi quebrado;
  • Apesar disso, o dispositivo da Apple parece ser bem resistente;
  • Aguentando quedas normais de uma forma “tranquila”;
  • Para quebrar ele é preciso bastante esforço.

A lente do Vision Pro tem potencial de virar uma “farofa de cacos de vidro” quando quebrada, assim como ocorre com a tela do iPhone, mas alcançar esse resultado não é tarefa fácil. A Apple parece ter investido em resistência com seu mais novo dispositivo e o teste mostra que acidentes comuns podem não ser suficientes para quebrar os óculos de realidade mista.

Isso não significa que eles sejam indestrutíveis. Kohl revelou que precisou derrubar o dispositivo de uma altura de cerca de 6 metros para conseguir a façanha. Ou seja, você precisa se esforçar muito para deixar o aparelho nesse estado. Além disso, apesar da lente espatifada, o Vision Pro continuou funcionando.

Leia mais

publicidade

Apple começa a vender Vision Pro nos EUA por R$ 17 mil

Quase oito meses após ser revelado, a Apple começou a entregar nesta sexta-feira (2) os primeiros óculos de realidade virtual Vision Pro para os clientes dos Estados Unidos. O produto custa a partir de US$ 3.499 (mais de R$ 17 mil) e ainda não tem previsão de chegada para o Brasil.

O modelo é bastante parecido com o Quest Pro, lançados pela Meta em 2022. Os dois têm baterias que duram cerca de 2 horas, de acordo com as fabricantes, e oferecem modos de realidade mista, em que o sistema interage com o ambiente ao redor do usuário.

  • O novo produto da Apple pesa cerca de 600 gramas.
  • Ele tem três opções de armazenamento: 256 GB, 512 GB e 1 TB.
  • Além disso, conta com 6 microfones e 12 câmeras, que permitem gravar vídeos e tirar fotos em três dimensões.
  • Os óculos de realidade virtual usam o sistema operacional visionOS, que suporta centenas de aplicativos.
  • O dispositivo é equipado com dois chips principais: o M2, que executa o sistema, e o R1, que se concentra em processar as imagens.
  • O preço de entrada do Vision Pro é US$ 3.499, mas pode chegar a US$ 5.200 (cerca de R$ 25 mil) com configurações mais avançadas e acessórios como bolsa e bateria externa.