Quem não deseja que seu pet viva por mais tempo? Um medicamento que promete isso para cachorros de porte grande começou a ser testado em cães de portes médios e pequenos. A pílula antienvelhecimento da Loyal já foi aplicada em um Whippet de 11 anos, e mais de mil animais de diferentes tamanhos também devem participar da fase de experimento.

Como funciona o medicamento?

Algumas raças de cachorros de porte grande vivem bem menos do que os pequenos. Um Dogue Alemão e um Terra-nova, por exemplo, tem uma expectativa de vida média de 7 a 8 anos, enquanto Chihuahuas e Poodles Miniatura podem viver até 20 anos. E existe um motivo.

Os cachorros grandes produzem mais IGF-1, um hormônio que acelera o crescimento celular e, consequentemente, reduz a expectativa de vida desses animais. O LOY-001, como é chamada a pílula antienvelhecimento, inibe o IGF-1 e aumenta a chance de os cães maiores viverem mais.

Em novembro do ano passado, o LOY-001 recebeu aprovação do Centro de Medicina Veterinária da FDA. Em fevereiro, a Loyal iniciou os experimentos de outra versão da pílula para cachorros de diferentes tamanhos: o LOY-002.

publicidade

Leia mais:

Fase de testes

  • Um Whippet de 11 anos chamado Boo foi o primeiro cão a ser medicado com o LOY-002.
  • A pílula diária também será aplicada em mais de mil cães de diferentes raças, idades, condições de saúde, comportamento e localização geográfica.
  • Todos os animais inscritos para participar do experimento precisam ter 10 anos ou mais no momento e pesar 6,4 kg ou mais.
  • Metade dos cães receberá as pílulas diárias, e a outra metade, placebo. Os proprietários se comprometem a participar dos testes por um período de quatro anos.
  • O estudo será conduzido em 55 clínicas veterinárias nos Estados Unidos.

Quando os medicamentos chegarão ao mercado?

A expectativa é que o LOY-001 chegue ao mercado depois de 2026. Enquanto isso, a Loyal busca a aprovação da FDA para o LOY-002.

Deb Hanna, dono do primeiro cachorro a participar dos testes, comenta ao New Atlas o motivo de ter inscrito o Boo no experimento:

Isso poderia ajudar outros cães, incluindo meus cães mais novos, algum dia. Isso é muito importante. Acho que qualquer pessoa que tenha um cachorro mais velho que possa participar aproveitaria a chance.

Deb Hanna para o New Atlas