Você provavelmente já recebeu alguma proposta de emprego no seu WhatsApp enviada por um número desconhecido de outro país. A mensagem oferece pagamento por tarefas simples e rápidas, como curtir vídeos do TikTok – e trata-se de um dos golpes mais comuns na plataforma.

Entenda:

  • Criminosos utilizam o golpe do emprego no WhatsApp para roubar informações pessoais dos usuários ou fazer com que invistam dinheiro em plataformas duvidosas;
  • Para atrair as vítimas, uma mensagem é enviada por um número desconhecido oferecendo pagamento em troca de tarefas simples, como curtir vídeos do TikTok;
  • Além do golpe de phishing – usado para roubar informações pessoais -, os criminosos também podem pedir para que o usuário invista dinheiro em plataformas suspeitas;
  • Para se proteger, é importante nunca clicar em links desconhecidos, e sempre checar a veracidade das propostas nos sites oficiais das empresas.

Atraindo as vítimas com a promessa de dinheiro fácil, os golpistas geralmente encaminham links para colher informações pessoais – golpe conhecido como phishing – utilizadas para clonagem de cartões, empréstimos em bancos e outros tipos de fraudes.

“A intenção é colher os dados daquela pessoa, CPF e informações pessoais para tentar abrir contas em bancos digitais e pegar um crédito pré-aprovado. Ou mesmo solicitam um dinheiro para segurar a vaga. As estratégias são muitas”, explicou Luciéliton Mundim, especialista em cibersegurança, em entrevista à TV Anhanguera.

publicidade

Leia mais:

Como acontece o golpe do emprego no WhatsApp

Além do phishing, os criminosos também podem fazer com que as vítimas apliquem dinheiro em plataformas duvidosas. David Guzmán, que sofreu o golpe do emprego, contou à BBC News Mundo que recebeu dinheiro após curtir alguns vídeos, mas foi orientado a investir os ganhos em uma suposta plataforma de criptomoedas.

“Mandei o dinheiro para eles e demorou cerca de 3 minutos para me responderem. Pareceu que tinha sido uma hora e que eu tinha perdido o dinheiro”, explicou Guzmán. “Eles fazem você sentir que está ganhando algo, como se estivesse trabalhando para isso. Acho que é aí que está o truque, um estímulo mental para as pessoas que estão trabalhando.”

Ilustração de pessoa quase tocando escudo de cibersegurança
(Imagem: NicoElNino/Shutterstock)

Como se proteger

O primeiro passo para se proteger é nunca clicar em links enviados por números desconhecidos, como pontuou Luciéliton: “Nunca coloque número de cartão de crédito em páginas que você não conhece ou que o domínio lá em cima, o endereço, a URL, esteja duvidosa.”

Além disso, para checar a veracidade de uma oferta de emprego, sempre recorra às páginas oficiais das empresas, procurando também pelo nome do recrutador.