Pela primeira vez desde que entrou na bolsa de valores, em 2019, a Uber registrou lucro líquido anual. O resultado significa que a empresa conseguiu reverter o prejuízo de 2022. Além disso, o número de motoristas parceiros aumentou em 2023.

Leia mais

Segundo o balanço financeiro divulgado pela Uber, o lucro líquido da companhia foi de 1,9 bilhão de dólares em 2023 (cerca R$ 9,4 bilhões), em comparação com o prejuízo de 9,1 bilhões de dólares em 2022 (quase R$ 45 bilhões).

O resultado marca um ponto de virada para a empresa, que enfrentou anos conturbados, desafiando os reguladores e acumulando prejuízos sob o comando do ex-diretor-executivo e cofundador Travis Kalanick. O ano de “2023 foi um ponto de inflexão para a Uber, o que mostra que podemos seguir gerando um crescimento sólido e rentável em escala”, disse o atual diretor-executivo, Dara Khosrowshahi.

Uber
Empresa conseguiu reverter o prejuízo de 2022 (Imagem: Sundry Photography/ Shutterstock)

Uber: resultados ficaram acima da expectativa do mercado

  • Ainda de acordo com o balanço divulgado, a base de clientes da empresa esteve “maior e mais comprometida do que nunca, e a plataforma impulsionou uma média de quase 26 milhões de viagens diárias no ano passado”.
  • Durante todo o ano de 2023, a Uber reportou 37,3 bilhões de dólares (R$ 185 bilhões) em vendas, um aumento de 17%.
  • Os números ficaram acima das expectativas de Wall Street, graças, em parte, à crescente popularidade de seu serviço de entrega em domicílio, Uber Eats.
  • Após a divulgação dos resultados, as ações da companhia se mantiveram estáveis na bolsa de valores norte-americana.
  • O valor dos papéis, no entanto, quase dobrou em relação ao último ano.
  • A Uber ainda informou que faria anúncios sobre a devolução de capital aos acionistas em seu Dia do Investidor, em 14 de fevereiro.
  • As informações são da Isto É.