Quando se trata de carros elétricos, uma das principais preocupações dos consumidores é o tempo necessário para recarregar a bateria. E a resposta para essa pergunta não é tão simples quanto parece. Diversos fatores influenciam no processo de carregamento, incluindo a potência do carregador, o tamanho da bateria e a fonte de energia disponível. Vamos explorar esses aspectos em detalhes para fornecer uma compreensão sobre o tempo de carregamento de carros elétricos.

Leia também:

Vídeo relacionado

Influências no tempo de carregamento

Inicialmente, é crucial entender que existem dois tipos principais de carregadores: corrente alternada (AC) e corrente contínua (DC). Os carregadores de corrente alternada são comuns em ambientes domésticos, como os wallboxes (carregadores de parede), enquanto os de corrente contínua são encontrados em estações de carregamento rápido, geralmente em locais públicos.

Além disso, as particularidades de cada veículo devem ser observadas, conforme indicado no manual do proprietário. A condição da bateria também desempenha um papel significativo no tempo de carregamento, sendo recomendado manter o nível entre 10% e 90% para evitar danos e desgaste excessivo.

publicidade
Rede de carregamento ´para carregar elétrico
Imagem: Divulgação/Porsche

Como calcular o tempo para carregar o carro elétrico?

Para estimar o tempo médio de carregamento de um veículo elétrico, podemos recorrer a uma fórmula simples: dividir a capacidade da bateria (em kWh) pela potência do carregador (em kW). Por exemplo, se um carro possui uma bateria de 50 kWh e está sendo carregado em um wallbox de 7,4 kW, o tempo médio de carregamento será de aproximadamente 6 horas.

Se o carregador oferecer uma potência maior, como 22 kW, esse tempo pode cair para cerca de 2 horas. Em postos de abastecimento, a potência pode chegar a 100 kW, permitindo uma recarga de até 80% da bateria em cerca de 3 horas.

publicidade

Exemplos Práticos

Para ilustrar melhor esses conceitos, vamos considerar alguns exemplos de carros elétricos populares e seus tempos de carregamento médio, com base em diferentes potências de carregadores:

JAC E-JS1 (bateria de 30,2 kWh):

publicidade
  • 8,1 horas (com carregador de 3,7 kW)
  • 4,3 horas (com carregador de 7 kW)
  • 1,3 horas (com carregador de 22 kW)

Nissan Leaf (bateria de 40 kWh):

  • 10,8 horas (com carregador de 3,7 kW)
  • 5,7 horas (com carregador de 7 kW)
  • 1,8 horas (com carregador de 22 kW)

Peugeot e-208 GT (bateria de 50 kWh):

  • 13,5 horas (com carregador de 3,7 kW)
  • 7,1 horas (com carregador de 7 kW)
  • 2,2 horas (com carregador de 22 kW)

Esses exemplos demonstram como diferentes capacidades de bateria e potências de carregadores podem afetar significativamente o tempo necessário para recarregar um carro elétrico.

Outros tipos de carregadores

Além dos carregadores mencionados, existem outras opções disponíveis, como os carregadores plug-in, que permitem o carregamento em tomadas comuns. Embora sejam funcionais, esses carregadores tendem a ser mais lentos devido à sua baixa potência. O tempo de carregamento pode variar de acordo com a corrente de energia disponível, geralmente entre 8 a 10 A, resultando em um fluxo máximo de cerca de 3 kW.

O tempo de carregamento de um carro elétrico depende de vários fatores, incluindo a capacidade da bateria, a potência do carregador e o tipo de carregamento utilizado. Compreender esses elementos é essencial para os proprietários de veículos elétricos, pois ajuda a planejar viagens, otimizar o uso do carro e aproveitar ao máximo a infraestrutura de recarga disponível.

Com a evolução da tecnologia e o aumento da disponibilidade de carregadores rápidos, a expectativa é de que os tempos de carregamento diminuam ainda mais, tornando os carros elétricos uma opção ainda mais prática e conveniente para os consumidores.