O Google desenvolve um recurso na busca que espera na linha por você e ainda te avisa quando um atendente estiver disponível na ligação, revelou o 9to5Google. Atualmente, a ferramenta está disponível para usuários do Search Labs. Por isso, existe a expectativa de que possa estar disponível para todos os usuários eventualmente.

Para quem tem pressa:

  • O Google desenvolve um recurso na busca que espera na linha por você e ainda te avisa quando um atendente estiver disponível na ligação;
  • Para usar o recurso, basta pesquisar por uma empresa com suporte à ferramenta, acionar o botão “Solicitar uma chamada”, especificar seu motivo, fornecer informações de contato e esperar;
  • Após o Google esperar na ligação em seu lugar, ele te notificará quando um atendente estiver disponível e, por fim, conectará você a ele (a). Atualmente, a ferramenta está disponível para usuários do Search Labs;
  • Entre as empresas com suporte ao novo recurso do Google, estão grandes companhias aéreas dos Estados Unidos, empresas de varejo e companhias de seguro. Presume-se que mais empresas aderirão se os testes correrem bem.

O recurso é aparentemente simples de usar: basta pesquisar por uma empresa com suporte à ferramenta, acionar o botão “Solicitar uma chamada”, especificar seu motivo, fornecer informações de contato e esperar. Após o Google esperar na ligação em seu lugar, ele te notificará quando um atendente estiver disponível e, por fim, conectará você a ele (a).

Leia mais:

Entre as empresas com suporte ao novo recurso do Google atualmente, estão grandes companhias aéreas dos Estados Unidos, empresas de varejo (GameStop e Best Buy, por exemplo) e companhias de seguro como Esurance e State Farm. Presume-se que mais empresas aderirão à tendência no futuro, se os testes do Google correrem bem.

publicidade

Campanha do Google contra desinformação

Google
(Imagem: kovop/ Shutterstock)

O Google se prepara para lançar uma campanha contra a desinformação em cinco países da União Europeia (UE), revelou a agência de notícias Reuters nesta sexta-feira (16). A campanha antecede as eleições parlamentares do bloco e da implementação de regras mais rígidas para o conteúdo online.

Em junho, os cidadãos da UE elegerão um novo Parlamento Europeu para aprovar políticas e leis na região. E a Lei de Serviços Digitais da Europa, que entra em vigor em breve, exigirá que grandes plataformas online e motores de busca combatam conteúdos ilegais e ameaças à segurança pública.

Entre março e junho, a Jigsaw, unidade interna do Google que opera para combater ameaças às sociedades, rodará diversos anúncios animados em plataformas como TikTok e YouTube em cinco países da UE: Bélgica, França, Alemanha, Itália e Polônia.