O site ‘Melhor Escolha‘, especialista em questões de internet e celular, elaborou um ranking com a velocidade das operadoras de bana-larga fixa para mostrar qual é, afinal, a internet mais rápida do Brasil. A escolha, vale ressaltar, varia de estado para estado, mas em termos gerais, a Vivo ficou em primeiro lugar. A operadora possui velocidade média de 137mbps, enquanto a média nacional é de 106 mbps.

Leia mais:

Ranking – Internet mais rápida do Brasil (fixa)

  • 1º Vivo – 137 mpbs
  • 2º Oi – 128 mpbs
  • 3º Tim – 119 mpbs
  • 4º Claro – 104 mbps

A Vivo também lidera quando há distinção no ranking entre melhor upload e melhor ping:

  • 1º Vivo (78 mega de upload e 41 ms de ping)
  • 2º Tim (77 mega de upload e 41 ms de ping)
  • 3º Oi (72 mega de upload e 42 ms de ping)
  • 4º Claro (38 mega de upload e 54 ms de ping)

A Claro foi a única operadora, dentre as quatro principais, a aparecer abaixo da média nacional, que é de 62 mega.

publicidade

O site ‘Melhor Escolha’ também fez a medição por estado e aí várias operadoras entram no jogo. Veja o ranking por estado abaixo:

Melhor internet fixa por estado

Acre: Oi, com média de 100 Mbps
Alagoas: Brisanet, com média de 101 Mbps
Amazonas: TIM, com média de 93 Mbps
Amapá: Oi, com média de 89 Mbps
Bahia: Oi, com média de 113 Mbps
Ceará: Oi, com média de 109 Mbps
Distrito Federal: Claro, com média de 157 Mbps
Espírito Santo: Giga+ Fibra, com média de 131 Mbps
Goiás: TIM, com média de 147 Mbps
Maranhão: Oi, com média de 98 Mbps
Minas Gerais: Algar, com média de 136 Mbps
Mato Grosso do Sul: Ligue, com média de 155 Mbps
Mato Grosso: Titânia Telecom, com média de 175 Mbps
Pará: Claro, com média de 102 Mbps
Paraíba: Brisanet, com média de 101 Mbps
Pernambuco: DTEL, com média de 120 Mbps
Piauí: G3 Telecom, com média de 114 Mbps
Paraná: Não encontramos na pesquisa e aguardamos um retorno da Melhor Escolha.
Rio de Janeiro: Oi, com média de 134 Mbps
Rio Grande do Norte: Oi, com média de 105 Mbps
Rondônia: Ollá Telecom, com média de 148 Mbps
Roraima: Oi, com média de  83 Mbps
Rio Grande do Sul: Oi, com média de 128 Mbps
Santa Catarina: Oi, com média de 138 Mbps
Sergipe: Brisanet, com média de 109 Mbps
São Paulo: Desktop, com média de 152 Mbps
Tocantins: Oi, com média de 127 Mbps


Vale ressaltar que o ranking nacional foi elaborado após análise de dados de coleta de medições das operadoras. Para serem consideradas elegíveis, as operadoras precisavam estar presentes nas cinco regiões do Brasil, ter pelo menos 1,5% de participação de mercado na amostragem da região avaliada e utilizar os dados oficiais de acessos fornecidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No caso dos provedores, foram incluídos aqueles com uma presença significativa tanto em nível nacional quanto nos estados. As métricas utilizadas para avaliar os estados levaram em conta dados regionalizados.