Enquanto analisava dados do Next Generation Transit Survey (NGTS) e do Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS), uma equipe internacional de astrônomos identificou uma nova anã marrom com características surpreendentes. O objeto, batizado de NGTS-28Ab, completa uma órbita ao redor de sua estrela em aproximadamente 30 horas, representando uma descoberta significativa na astronomia.

Anãs marrons são corpos celestes que se situam em uma categoria intermediária entre planetas e estrelas, com massas variando entre 13 e 80 vezes a massa de Júpiter (0,012 a 0,076 massas solares). Apesar de já se ter identificado uma quantidade significativa desses objetos, encontrar anãs marrons que orbitam outras estrelas é um evento raro. A descoberta foi publicada em 15 de fevereiro no servidor de pré-publicação arXiv.

Leia mais:

A anã marrom NGTS-28Ab

anã marrom
A curva de luz completa do NGTS para NGTS-28AB com as posições de trânsito marcadas pelas linhas tracejadas vermelhas. (Imagem: Henderson et al, 2024)
  • A equipe liderada por Beth A. Henderson, da Universidade de Leicester, no Reino Unido, utilizou dados do NGTS e também do Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) da NASA para investigar o sistema binário conhecido como NGTS-28.
  • “A anã marrom foi inicialmente identificada nos dados do NGTS, com observações de apoio encontradas nos setores 11 e 38 do TESS”, relatam os pesquisadores no estudo.
  • Através de observações subsequentes realizadas em várias instalações terrestres, incluindo o Observatório Astronômico Sul-Africano (SAAO), a natureza da anã marrom foi confirmada.
  • O objeto recém-descoberto tem um tamanho ligeiramente inferior ao de Júpiter (0,95 raios de Júpiter), mas é 69 vezes mais massivo que o maior planeta do nosso Sistema Solar, resultando em uma densidade de aproximadamente 98,7 g/cm³.
  • NGTS-28Ab orbita a estrela principal do sistema, uma anã M conhecida como NGTS-28A, a cada 30,1 horas, mantendo uma distância de cerca de 0,02 UA.
  • A anã marrom possui uma temperatura de equilíbrio de cerca de 863 K e estima-se que tenha pelo menos 500 milhões de anos.
  • Quanto à NGTS-28A, a estrela possui cerca de metade do tamanho e massa do Sol, com uma temperatura efetiva de 3.626 K e aproximadamente 7 bilhões de anos de idade.
  • O companheiro, NGTS-28B, apresenta uma temperatura efetiva similar, mas é cerca de um terço menor e menos massivo que a estrela principal.
  • O sistema está localizado a aproximadamente 404 anos-luz de distância.

Período orbital curto

Os resultados colocam NGTS-28Ab como uma das anãs marrons de período orbital mais curto identificadas na “deserto das anãs marrons” — uma região com escassez de objetos semelhantes orbitando estrelas de sequência principal muito de perto (dentro de 3 UA). NGTS-28Ab orbita uma das anãs M mais quentes dentro deste deserto.

NGTS-28Ab oferece uma nova oportunidade para aprofundar o entendimento dessa região. Acredita-se que o deserto das anãs marrons seja causado pela mínima sobreposição nas distribuições das mecânicas de formação planetária e estelar. Portanto, é importante modelar parâmetros que possam indicar a formação de cada objeto.

Trecho do artigo