Astrônomos descobriram grande quantidade de vapor de água em disco de poeira e gás ao redor de estrela jovem, o que pode ajudar a elucidar a origem da água na Terra.

“Essa é a primeira vez que conseguimos mapear a distribuição de água em disco planetário ao redor de estrela que pode ser habitável. Os resultados revelaram a presença de água em várias distâncias da estrela, incluindo região onde um planeta pode estar se formando no momento”, afirma o astrônomo Stefano Facchini, da Universidade de Milão. “Nunca imaginei que poderíamos capturar uma imagem de oceanos de vapor de água na mesma região onde um planeta provavelmente está se formando.”.

publicidade

Leia mais:

Conforme o ScienceAlert, a descoberta é especialmente interessante porque há mistério sobre a origem da água na Terra. Algumas teorias sugerem que a maior parte do líquido foi trazida por cometas e asteroides, enquanto outras defendem que ela estava presente desde o início, sem contribuição externa.

publicidade

Outras ainda apontam para combinação dos dois mecanismos. Com essa nova descoberta, os astrônomos podem estudar sistemas planetários em formação e entender como a água é incorporada nesses processos.

publicidade
Imagem do teleescópio ALMA de HL Tauri (Imagem: ALMA/ESO/NAOJ/NRAO)

Água no disco planetário

  • A estrela HL Tauri, a apenas 450 anos-luz de nosso sistema solar, está contribuindo para essas pesquisas;
  • Por meio de observações feitas com o telescópio ALMA, os cientistas identificaram lacunas concêntricas no disco planetário ao redor de HL Tauri, que indicam a presença de planetas em formação;
  • Utilizando diferentes comprimentos de onda para detectar vapor de água, os pesquisadores encontraram quantidade significativa do líquido vital para a vida na região interna do disco, onde se espera que planetas terrestres, como a Terra, se formem;
  • Essa região contém pelo menos 3,7 vezes mais água do que todos os oceanos da Terra.

A descoberta é ainda mais interessante porque a água foi encontrada em lacuna conhecida e proeminente no disco planetário, o que significa que existe grande chance de ela estar sendo incorporada nos planetas em formação.

publicidade

Estudos anteriores já haviam mostrado que a água estava presente no Sistema Solar antes mesmo da formação da Terra e, agora, esse mapeamento da distribuição espacial da água em disco protoplanetário reforça a ideia de que grande parte da água da Terra pode ter surgido desde o início de sua formação.

“Nossos resultados mostram como a presença de água pode influenciar o desenvolvimento de um sistema planetário”, diz Facchini, “tal como aconteceu há cerca de 4,5 bilhões de anos em nosso Sistema Solar”.

Os resultados foram publicados na Nature Astronomy.