A NASA divulgou imagens de um asteroide do tamanho de um estádio que passou pela Terra no dia 2 de fevereiro. A rocha espacial, denominada 2008 OS7, transitou a uma distância segura de 2,9 milhões de quilômetros, e foi avistada por cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL).

Entenda:

  • A NASA divulgou imagens de um asteroide do tamanho de um estádio que passou a 2,9 milhões de quilômetros da Terra no início de fevereiro;
  • Denominado 2008 OS7, o asteroide foi descoberto em 2008, mas só agora suas verdadeiras dimensões foram determinadas pelos cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL): 150 a 200 metros de diâmetro;
  • Mesmo sendo considerado “potencialmente perigoso” por seu tamanho e proximidade com a Terra, o asteroide não vai chegar tão perto de nós pelos próximos 200 anos;
  • O 2008 OS7 orbita o Sol a cada 2,6 anos e leva, ao todo, 29,5 horas para completar uma rotação.

A equipe usou o sofisticado Radar Goldstone para produzir uma série de imagens do asteroide, que foi descoberto em 2008 durante uma busca de rotina. Graças às novas observações, os cientistas foram capazes de determinar corretamente seu tamanho: cerca de 150 a 200 metros de diâmetro.

Leia mais:

publicidade

O asteroide apresenta perigo para a Terra?

(Imagem: NASA / JPL-Caltech)

Apesar de ser considerado “potencialmente perigoso” devido ao seu tamanho e proximidade com a Terra, não há motivo para alarde: o 2008 OS7 não chegará tão perto do nosso planeta pelos próximos 200 anos.

Conforme divulgado em um comunicado do JPL, o 2008 OS7 orbita o Sol a cada 2,6 anos, passando pela órbita de Vênus e ultrapassando a órbita de Marte em seu ponto mais distante. Sua superfície apresenta um misto de regiões arredondadas e mais angulares com uma pequena concavidade, e o asteroide gira a uma velocidade descrita pela equipe como “incomumente lenta”, levando 29,5 horas para completar uma rotação.