Houve um período em que filmes envolvendo animais assassinos eram praticamente garantia de sucesso financeiro. Por exemplo, um dos maiores sucessos de bilheteria na história do cinema, e um dos principais responsáveis por popularizar os blockbusters, é “Tubarão” (1975), dirigido por Steven Spielberg

No entanto, atualmente, esses tipos de filmes não despertam o mesmo interesse do público como ocorria no passado. Antes mesmo de os filmes com animais se tornarem populares, produções com insetos gigantes faziam sucesso na década de 50. 

Ao longo dos anos, filmes estrelados por artrópodes assassinos, geralmente associados a produções B, emergiram e conquistaram o público, lado a lado com obras que apresentavam animais e monstros gigantes como antagonistas. 

Se você aprecia esse gênero cinematográfico, a seguir, destacamos os 10 melhores filmes com insetos assassinos.

publicidade

O Enxame (The Swarm, 1978)

The Swarm (1978) / Crédito: Warner Bros. (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Neste filme catástrofe, um enxame de abelhas assassinas ameaça a humanidade. Na época de seu lançamento, “O Enxame” foi massacrado pelo público e pela crítica, no entanto, ganhou status cult posteriormente. 

A trama segue um entomologista que lidera uma força-tarefa para conter o avanço dessas abelhas assassinas super resistentes. 

O elenco inclui um grupo de atores renomados, como Michael Caine, Katharine Ross, Richard Widmark, Richard Chamberlain, Olivia de Havilland, Ben Johnson, Lee Grant, José Ferrer, Patty Duke, Slim Pickens, Bradford Dillman, Henry Fonda e Fred MacMurray.

Leia mais:

Mutação (Mimic, 1997) 

Mimic (1997) / Crédito: Miramax Films (divulgação)
  • Disponível para alugar no Amazon Prime Video e Apple TV.

Dirigido por Guillermo del Toro, “Mutação” teve problemas de produção e foi um fracasso de bilheteria. Contudo, atualmente, o filme tem boa avaliação crítica e de público. 

Na história, uma epidemia disseminada por baratas mata cerca de mil crianças. Entretanto, uma cientista (Mira Sorvino) cria um inseto geneticamente modificado que consegue erradicar a praga. 

No entanto, anos depois, esses insetos acabam evoluindo de uma maneira inesperada, tornando-se enormes, carnívoros e com a capacidade de se mimetizar com seres humanos.

O filme ainda conta com  Josh Brolin, Murray Abraham e Norman Reedus no elenco. Também ganhou duas sequências. 

A Nuvem (2020)

La Nuée (2020) / Crédito: Netflix (divulgação)
  • Disponível para assinantes da Netflix.

Misturando terror e drama, o filme francês “A Nuvem” conta a história de uma mãe solteira com dificuldades financeiras que cria e vende grilos como fonte de proteína. Contudo, quando eles param de se reproduzir, ela descobre que os grilos estão interessados em carne e sangue humanos.

Aracnofobia (1990)

Arachnophobia (1990) / Crédito: Buena Vista Pictures Distribution (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Misturando terror e comédia (terrir), o filme “Aracnofobia” segue uma pequena cidade invadida por aranhas assassinas incomuns na região. 

Na história, um fotógrafo de natureza em trabalho numa floresta na Venezuela morre picado por uma aranha. Quando seu caixão é enviado de volta para sua terra natal, uma aranha acaba pegando carona junto. 

O aracnofóbico Dr. Ross Jennings (Jeff Daniels) acaba de se mudar com sua família para o local. E é ele quem começa a suspeitar das aranhas quando seus pacientes começam a morrer com frequência.

Malditas Aranhas! (Eight Legged Freaks, 2002)

Eight Legged Freaks (2002) / Crédito: Warner Bros. Pictures (divulgação)
  • Disponível para alugar no Amazon Prime Video e Apple TV.

Mais um filme “terrir” com aranhas, esta obra conta com um elenco que inclui nomes como David Arquette (da franquia “Pânico”), Kari Wuhrer, Scott Terra, Doug E. Doug e Scarlett Johansson. 

No longa, uma cidade dos Estados Unidos é atacada por aranhas ferozes que se tornaram gigantes devido ao contato com resíduos tóxicos mutagênicos.

O Mundo em Perigo (Them!, 1954)

Them! (1954) / Crédito: Warner Bros. (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

O primeiro filme a utilizar insetos como monstros, “O Mundo em Perigo”, aborda o medo da radiação nuclear no contexto da Guerra Fria. 

No filme, um ninho de formigas gigantes mutantes é descoberto devido à exposição à radiação nuclear no deserto do Novo México. 

Quando duas formigas-rainhas escapam para estabelecer novos ninhos, uma ameaça nacional é estabelecida, resultando na busca e exterminação das formigas.

Tarântula (1955)

Tarantula (1955) / Crédito: Universal-International (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Dirigido pelo notável cineasta de filmes de ficção científica, Jack Arnold, “Tarântula” é uma das produções mais bem avaliadas de “Big Bugs” dos anos 50. 

No enredo, um cientista trabalha em um nutriente artificial que promete fornecer um suprimento ilimitado de alimentos para a humanidade. Contudo, o experimento causa um crescimento extraordinariamente rápido nas cobaias. Quando uma delas, uma tarântula, escapa, um problema mortal surge, pois ela passa a crescer cada vez mais.

Fase IV – Destruição (Phase IV, 1974)

Phase IV (1974) / Crédito: Paramount Pictures (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Este filme de ficção científica/terror, que trata de formigas superinteligentes, foi um fracasso comercial. No entanto, “Fase IV – Destruição” se encaixa em mais um dos casos de filmes que ganharam status cult ao longo dos anos. 

Na trama, uma equipe de cientistas investiga estranhas mudanças de comportamento em formigas após a passagem de um fenômeno cósmico. Aparentemente, o evento desencadeou uma evolução acelerada nas formigas, tornando-as mais inteligentes e cooperativas. Logo, um conflito entre as formigas e os humanos se inicia

O Escorpião Negro (The Black Scorpion, 1957)

The Black Scorpion (1957) / Crédito: Warner Bros. (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Dirigido por Edward Ludwig, “O Escorpião Negro” é um filme de terror e ficção cientifica que traz escorpioes gigantes. Para criar os monstros, foi utilizado animação stop-motion executada pelo mestre dos efeitos especiais Willis O’Brien.

Na história, uma atividade vulcânica libera escorpiões pré-históricos gigantes da Terra. As criaturas começam a ameaçar a população local, causando caos e destruição.

O Império das Aranhas (1977) 

Kingdom of the Spiders (1977) / Crédito: Dimension Pictures (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Estrelado por ninguém menos que William Shatner, o eterno Capitão Kirk de Star Trek, “O Império das Aranhas” utiliza aranhas de verdade. 

No filme, um veterinário (interpretado por Shatner) investiga a misteriosa morte de animais em uma área rural do Arizona. Logo, ele descobre que várias aranhas assassinas tomaram a cidade e estão atacando animais e humanos.