O vencedor do Oscar de Melhor Filme Internacional deste ano acaba de chegar ao Prime Video. Zona de Interesse já está disponível desde o último domingo (31) para os assinantes da plataforma.

Leia mais

Estrelado por Sandra Hüller (que também protagonizou o francês Anatomia de uma Queda) e Christian Friedel (13 Minutos), o longa é “um retrato impactante de uma família nazista vivendo nas proximidades de Auschwitz“.

Na história, Rudolf Höss (Friedel), o comandante de Auschwitz, e sua esposa Hedwig (Hüller), desfrutam de uma vida tranquila e pacífica. Isso dentro de casa. Do lado de fora, a Alemanha nazista comete crimes contra a humanidade.

publicidade

A direção é de Jonathan Glazer. O mesmo Glazer assina o roteiro ao lado de Martin Amis (London Fields).

Um pouco mais sobre a história

Antes de tudo, é importante destacar que Zona de Interesse retrata uma história real. Rudolf Höss foi nomeado comandante de Auschwitz em maio de 1940, quando o campo ainda estava em sua fase inicial.

Sua nomeação coincidiu com a expansão do campo de concentração, que passou a ser usado como um local de extermínio em massa de judeus, ciganos, prisioneiros políticos e outros grupos perseguidos pelos nazistas.

Höss foi responsável por transformar Auschwitz em um dos maiores centros de extermínio do Holocausto, supervisionando a construção de câmaras de gás e crematórios para acelerar o processo de assassinato em massa.

Sua liderança implacável e sua dedicação ao cumprimento das ordens nazistas fizeram dele uma figura temida e odiada. Para a família dele, porém, ele era um bom pai e marido. O filme é preciso ao mostrar essa dualidade.

Nenhuma cena de horror ganha espaço no longa. Pequenos detalhes, porém, lembram o telespectador a todo momento do que aconteceu na Alemanha nazista.

O filme também deixa no ar um questionamento sobre se a conivência de pessoas normais também teve papel relevante nos crimes hediondos cometidos naquela época.

Um longa premiado

  • Lançado em 15 de fevereiro nos cinemas brasileiros, Zona de Interesse já arrecadou mais de US$ 37 milhões em todo o mundo.
  • O longa venceu 2 das 5 categorias às quais foi indicado no Oscar: “Melhor Som” e “Melhor Filme Internacional”.
Estatueta do Oscar
Imagem: LanKS/Shutterstock
  • Antes, já havia levado o prêmio Grand Prix no Festival de Cannes e da Federação Internacional de Críticos de Cinema.
  • Nas plataformas de avaliações o longa também se destaca, acumulando mais de 90% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes, por exemplo.

Um filme quase obrigatório e que agora está de graça para os assinantes da Prime Video.