Um novo estudo sugere que o Homo erectus extraía sílex (uma rocha sedimentar) de antigas pedreiras na região da Alta Galileia, no norte de Israel, para construir ferramentas para caçar elefantes durante o período paleolítico, entre 2,7 milhões de anos até 10 mil anos atrás. Segundo pesquisadores, os nossos antepassados escolheram o local pelo fato de ele estar localizado perto de fontes de água usadas pelos animais.

Leia mais

Hábitos de caça do Homo erectus foram revelados

A pesquisa, publicada na revista Archaeologies, afirma que o Homo erectus realização a extração do material até cerca de 500 mil anos atrás.

Os autores analisaram as antigas rotas de migração dos elefantes a partir de estudos anteriores que consideraram a paisagem e os ossos fossilizados dos animais. Eles descobriram que elas correspondiam aos antigos locais de pedreira na região da Alta Galileia.

publicidade

As pedreiras estão a uma curta distância dos principais sítios paleolíticos em Gesher Benot Ya’aqov e Ma’ayan Baruch, no Vale de Hula, entre o Mar da Galileia e as fronteiras de Israel com a Síria e o Líbano.

Um elefante consome 400 litros de água por dia, em média, e é por isso que tem caminhos de movimento fixos. São animais que dependem de um abastecimento diário de água e, portanto, de fontes de água – as margens de lagos, rios e córregos.

Meir Finkel, arqueólogo da Universidade de Tel Aviv e coautor do estudo 
homo erectus
Homo erectus (Imagem: life_in_a_pixel/ Shutterstock)

Caçadores hábeis

  • Os autores do estudo observaram que os caçadores de elefantes pré-históricos pareciam ter considerado o sílex de afloramentos específicos especialmente adequado para caçar suas presas.
  • Os humanos antigos até deixaram oferendas nesses afloramentos rochosos.
  • Trabalhos anteriores haviam mostrado que os elefantes eram a principal fonte de alimento na região para o Homo erectus.
  • Segundo os pesquisadores, alguns locais de caça foram descobertos em pontos onde riachos ou rios passam por uma passagem íngreme de montanha, ou quando um caminho ao longo de uma margem de lago é limitado ao espaço entre a costa e uma cordilheira.
  • Esses locais eram considerados perfeitos para encurralar os animais.
  • As informações são do Live Science.