A partir desta segunda-feira (1), o Gmail iniciou a implementação de um bloqueio contra envio de e-mails automáticos em massa . Agora, as mensagens provenientes de contas automatizadas que se dedicam a enviar e-mails em larga escala serão automaticamente barradas se não estiverem em conformidade com os padrões estabelecidos pela plataforma. O objetivo do correio eletrônico do Google é evitar spam.

As novas políticas do Gmail, divulgadas em outubro, exigem que remetentes em massa – contas que enviam e-mails para pelo menos 5 mil destinatários por dia – configurem a autenticação de e-mail SPF ou DKIM para o seu domínio. Eles devem também incluir um botão de cancelamento de inscrição com apenas um clique, além de responder aos pedidos de cancelamento em até dois dias.

Leia mais:

gmail
Imagem: Jarretera/Shutterstock

Embora as diretrizes tenham se tornado obrigatórias em fevereiro de 2024, o bloqueio efetivo dos envios só começou agora, em abril. A partir desse momento, o serviço do Gmail passou a interceptar os envios provenientes de contas que ainda não estão em conformidade com os critérios estabelecidos.

publicidade

É importante ressaltar que o bloqueio está sendo aplicado de forma gradual e apenas afeta as contas que ainda não foram devidamente verificadas. A empresa sugere aos remetentes aproveitarem esse período de falha temporária para efetuarem as alterações necessárias em suas configurações.

google dados
Imagem: Shutterstock/VDB Photos

Batalha contra o spam será mais forte em junho

De acordo com o Google, essa medida será expandida em junho. A partir desse momento, também serão afetados os remetentes que não implementaram botões de cancelamento de inscrição de clique único e aqueles com uma taxa de spam superior a 0,3%. Os usuários comuns do Gmail não precisam se preocupar com essas mudanças, mas poderão notar uma redução na quantidade de spam e mensagens indesejadas provenientes de contas automatizadas.