A Microsoft planeja construir um supercomputador, supostamente chamado Stargate, para impulsionar a próxima geração de sistemas de inteligência artificial (IA) da OpenAI, desenvolvedora do ChatGPT. E essa brincadeira sairia por US$ 100 bilhões (R$ 500 bilhões), segundo o The Information.

Para quem tem pressa:

  • A Microsoft, em parceria com a OpenAI, planeja construir o supercomputador “Stargate”, projeto avaliado em US$ 100 bilhões (R$ 500 bilhões), destinado a impulsionar sua próxima geração de sistemas de inteligência artificial (IA);
  • O Stargate, previsto para ser um dos maiores data centers globais, exigiria cinco gigawatts de energia e centenas de acres de terras. Tudo isso para suportar o treinamento de modelos de IA mais sofisticados que o GPT-4, o mais avançado da OpenAI disponibilizado ao público atualmente;
  • O lançamento do Stargate está previsto para 2028, condicionado ao sucesso da próxima grande atualização da OpenAI, que rumores apontam ser o GPT-5. E à contínua evolução e interesse nos modelos de IA, claro;
  • Além disso, a escassez de GPUs da Nvidia, intensificada pelo crescente interesse em IA generativa, seria um baita obstáculo para a concretização do Stargate, dada a demanda por hardware avançado para operar o sistema.
Ilustração de silhueta de pessoa com chip no lugar do cérebro para representar conceito de inteligência artificial
(Imagem: Pedro Spadoni via DALL-E/Olhar Digital)

O nome Stargate vem de um filme de ficção científica estadunidense, lançado em 1994, sobre um dispositivo de teletransporte interestelar encontrado no Egito. O portal leva a um planeta distante onde Kurt Russel e James Spader devem libertar pessoas escravizadas de um poderoso falso deus. Conforme aparece no trailer do longa, o Stargate é “a chave para o passado, a porta para o futuro, a passagem para a descoberta”.

Leia mais:

Stargate e a evolução da IA (da OpenAI)

Colaboração OpenAI e Microsoft
(Imagem: Poetra.RH/Shutterstock)

O Stargate seria a quinta e última fase do plano da Microsoft e da OpenAI para construir vários supercomputadores nos Estados Unidos. O computador seria um dos maiores e mais avançados data centers do mundo, ocupando centenas de acres de terra e exigindo até cinco gigawatts de energia. É considerado crucial para treinar e operar novos modelos de IA mais avançados do que o GPT-4, o mais avançado da OpenAI disponibilizado ao público atualmente. 

publicidade

O Stargate pode ser lançado em 2028. Sua criação depende em grande parte se a OpenAI pode entregar sua próxima grande atualização de IA – rumores apontam que seria o GPT-5, previsto para começo de 2025. Do lado da Microsoft, a empresa quer ver que a OpenAI ainda avança com modelos de IA e que estes ainda cativam o público. 

Atualmente, o maior fator limitante para construir um supercomputador de IA da escala do Stargate seria garantir GPUs da Nvidia suficientes para alimentar todo o sistema. Isso porque o hype da IA generativa trouxe escassez dos chips da marca no mercado, por mais que a empresa tenha prosperado graças à essa onda – na qual ainda está na crista.