Há rumores de que o foco do iOS 18, próxima versão do sistema operacional do iPhone, seja trazer recursos baseados em inteligência artificial (IA). Mas pode ser que esses recursos só cheguem (ou rodem bem) no iPhone 15 Pro e Pro Max, escreveu Mark Gurman, da Bloomberg, no X (antigo Twitter).

iPhone 15 Pro e Pro Max podem ser os únicos a rodarem todos os recursos de IA do iOS 18

  • A próxima versão do sistema operacional do iPhone, o iOS 18, terá recursos baseados em inteligência artificial (IA). No entanto, esses recursos podem estar disponíveis ou funcionar bem apenas no iPhone 15 Pro e Pro Max, segundo Mark Gurman da Bloomberg;
  • A Apple planeja usar uma combinação de processamento em dispositivo e na nuvem para a IA, mas os clientes precisarão dos aparelhos mais recentes e avançados para aproveitar plenamente os novos recursos.
  • O processador A17 Pro tem núcleos de CPU e GPU mais rápidos e um novo Neural Engine de 16 núcleos capaz de 35 trilhões de operações por segundo, além de RAM aumentada de 6 GB para 8 GB;
  • Os requisitos para Mac e iPad serão mais inclusivos, com o chip M1 como limite mínimo. Isso abrange os Macs Apple Silicon de 2020 e os iPads Pro de 2021 ou modelos posteriores, garantindo pelo menos 8 GB de RAM – o que pode ser o principal fator limitante para esses dispositivos.

Espera-se que a Apple use uma combinação de processamento em dispositivo e na nuvem para fazer a IA funcionar. Mesmo assim, os clientes podem precisar dos aparelhos mais recentes e avançados da marca para poder usar esses novos recursos.

publicidade

Leia mais:

Isso significa que, para usar todos os novos recursos do iOS 18, os usuários devem ter iPhones com o processador A17 Pro, presente apenas nos modelos iPhone 15 Pro e Pro Max (os modelos iPhone 15 e iPhone 15 Plus têm o chip A16).

publicidade

Limitação para IA da Apple pode ter mais a ver com RAM do que chip

Bolinha da Siri em iPhone
A RAM pode ser mais crucial para rodar os novos recursos de IA da Apple do que os chips – pelo menos, nos Macs e iPads (Imagem: Tada Images/Shutterstock)

O requisito mínimo do A17 pode ser, em parte, resultado da segmentação de marketing de produtos, com a Apple aumentando o apelo dos modelos mais avançados. E, em parte, resultado de requisitos técnicos.

O A17 apresenta núcleos de CPU e GPU significativamente mais rápidos e um novo Neural Engine de 16 núcleos capaz de 35 trilhões de operações por segundo. Além disso, a RAM integrada no chip aumentou de 6 GB para 8 GB.

publicidade
Mulher usando novo iPad Air
Requisitos mínimos para rodar novidades de IA da Apple no iPad e no Mac deve ser o chip M1, limitação mais acessível do que a esperada para iPhones (Imagem: Divulgação/Apple)

Já os requisitos de sistema esperados para Mac e iPad parecem um pouco mais inclusivos. Segundo Gurman, o limite pode ser o chip M1. Isso remontaria aos Macs Apple Silicon de 2020 e ao iPad Pro de 2021, ou modelos posteriores.

Com o limite do M1, todos os modelos de iPad e Mac teriam pelo menos 8 GB de RAM disponíveis, o que pode acabar sendo o principal fator limitante. Se o poder do Neural Engine fosse o gargalo, apenas o chip mais recente M3 ou M4 teria um Neural Engine tão poderoso quanto o encontrado no iPhone 15 Pro.