Apesar da lei cambial, que entrou em vigor em 2023 e abriu caminho para o chamado Pix Internacional, o Banco Central ainda não tem uma previsão sobre quando a opção estará disponível no Brasil. A modalidade, no entanto, já está funcionando em diversos países, ampliando o uso do sistema instantâneo de pagamentos. 

O que você precisa saber: 

publicidade
  • Segundo reportagem do G1, o Pix Internacional já funciona na Argentina (Buenos Aires), Estados Unidos (Miami e Orlando), Portugal (Lisboa), Uruguai, Chile e França; 
  • Para quem mora no exterior, para receber Pix do Brasil basta ter uma conta aqui e cadastrar uma chave; 
  • A modalidade internacional permite que contas de outros países realizem o pagamento instantâneo; 
  • Entre as vantagens de pagar com Pix em outros países está a previsibilidade, já que o fechamento da operação de câmbio ocorre no ato da compra. Ou seja, o débito será feito em reais na conta dos clientes; 
  • A possibilidade do Pix Internacional veio com a aprovação da nova lei de câmbio no Brasil. Regulamentada pelo BC e pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a legislação confere maior liberalidade ao mercado de câmbio brasileiro. 

O BC vem acompanhando as iniciativas e discussões para interligações de sistemas de pagamentos de diferentes países, o que, no futuro, viabilizará pagamentos transfronteiriços de forma mais ágil e prática. Entretanto, é uma agenda que não depende apenas do Brasil, mas exige um esforço de diversas jurisdições. Ainda sem previsão de lançamento.

Banco Central em nota. 

Vale lembrar que, além do Pix internacional, a moeda digital brasileira (DREX) também deve facilitar os pagamentos no exterior. 

Há também o desenvolvimento do sistema Nexus pelo Banco de Compensações Internacionais (o Banco Central dos bancos centrais, chamado de BIS). A plataforma irá viabilizar transferências rápidas de recursos entre países. 

publicidade

Leia mais!

Mais modalidades Pix 

Enquanto trabalha no Pix Internacional, o BC anunciou na semana passada a chegada do Pix por aproximação. A modalidade deve ser disponibilizada em 28 de fevereiro de 2025. 

publicidade

Não apenas a opção internacional, cabe lembrar que o BC também planeja o Pix garantido (parcelado nas compras de produtos e serviços), e já tem data de lançamento para o Pix automático e o Pix agendado recorrente: outubro deste ano!