10 fatos curiosos sobre a vida de Elon Musk

Saiba mais sobre o bilionário que está levando os norte-americanos de volta ao espaço, é um nerd de carteirinha e, apesar do instinto empreendedor, quase faliu duas de suas principais empresas

Rafael Rigues 30/05/2020 09h00
Elon Musk
A A A

Elon Musk é um homem de muitas conquistas. Uma se suas empresas, a Tesla, está popularizando os carros elétricos e revolucionando a indústria automotiva. Outra, a SpaceX, está finalmente levando os norte-americanos novamente ao espaço, após nove anos dependendo de foguetes russos. Ele até projetou um sistema de transporte potencialmente revolucionário, o Hyperloop, e abriu a idéia para qualquer um interessado em torná-lo realidade.


Mas Musk é mais do que o sucesso de suas empresas, ou as polêmicas que causa no Twitter. Venha conosco e saiba mais sobre o visionário que pretende, um dia, morar em uma cidade em Marte.

Ele não é norte-americano

Se você perguntar a 10 pessoas sobre a nacionalidade de Elon Musk, muito provavelmente todas vão dizer que ele é norte-americano. Afinal de contas, ele mora na Califórnia e todas as suas empresas são baseadas lá. Certo?

Errado! Musk nasceu e cresceu em Pretoria, capital administrativa da África do Sul. Ele só se mudou para as Américas em 1988, aos 17 anos, inicialmente para o Canadá para estudar na Queen’s University.

Dois anos depois se mudou para Philadelphia, nos EUA, para estudar na Universidade da Pennsylvania. Lá conseguiu um bacharelado em economia na Wharton School, e um bacharelado em física pelo College of Arts and Sciences.

Musk se tornou um cidadão dos EUA em 2002, mas também mantém a cidadania Sul-Africana (por nascimento) e Canadense (desde 1989).

É um "nerd" de carteirinha

O lado nerd de Elon Musk fica evidente em vários detalhes de seus projetos e empresas. O nome Falcon 9 é uma homenagem à Millenium Falcon (de Star Wars) e referência ao fato de que o foguete tem nove motores. Seu sucessor, o Falcon Heavy, foi conhecido durante muito tempo como BFR (Big F*cking Rocket), uma referência à arma BFG-9000 (Big F*cking Gun 9000) do jogo Doom.

A SpaceX tem dois navios autônomos (ASDS - Autonomous Spaceport Drone Ship) chamados “Of Course I Still Love You” e “Just Read the Instructions”. Um terceiro, em construção, será chamado de “A Shortfall of Gravitas”. Todos são nomes de espaçonaves inteligentes na série de livros de ficção científica Culture, do escritor inglês Iain M. Banks.

Reprodução

Tesla Roadster em órbita, mostrando a mensagem "Don't Panic" no painel. Fonte: SpaceX

Quando enviou seu Tesla Roadster ao espaço, como carga a bordo do primeiro foguete Falcon Heavy, Musk colocou na tela do computador de bordo a mensagem “Don’t Panic”. Uma referência à série “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, de Douglas Adams. E, antes de lançar a picape Tesla Cybertruck, Musk a descreveu por várias vezes como "algo saído de Blade Runner".

Mas talvez o maior exemplo seja o nome de seu sétimo filho, batizado de “X Æ A-12 Musk”. Segundo a mãe, a cantora Grimes, X representa “a variável desconhecida”, Æ seria a grafia élfica para “Ai”, que significa “amor” em vários idiomas e também representa a inteligência artificial e A-12 seria a aeronave favorita do casal, um antecessor do SR-71 Blackbird.

Entretanto as leis da Califórnia, onde a criança foi registrada, exigem que nomes próprios usem “apenas as letras do alfabeto inglês”. Com isso, o nome foi modificado para “X Æ A-XII Musk”, com o 12 escrito em algarismos romanos.

Entre os livros favoritos de Musk estão a série O Guia do Mochileiro das Galáxias,de Douglas Adams, A trilogia de O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien, a série Fundação, de Isaac Asimov e The Moon is a Harsh Mistress e Um Estranho em uma Terra Estranha, de Robert A. Heilein. Seu filme favorito? Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança.

É um empreendedor nato

A primeira empresa de Musk foi a Zip2, fundada com seu irmão Kimbal em 1995. A empresa oferecia a jornais um guia de cidades baseado na web, com mapas e páginas amarelas, e foi adquirida pela Compaq em fevereiro de 1999 por US$ 307 milhões em dinheiro.

Com sua parte, Musk fundou em março de 1999 uma outra empresa, chamada X.com que oferecia serviços financeiros online e um sistema de pagamento via e-mail. Soa familiar? Um ano depois ela se fundiu com uma empresa chamada Confinity, que tinha recém-lançado um serviço de pagamento online chamado PayPal. E quando o PayPal foi adquirido pelo eBay em 2002, por US$ 1,5 bilhões, Musk recebeu o equivalente a US$ 165 milhões.

Com US$ 100 milhões de sua fortuna Musk fundou a Space Exploration Technologies, mais conhecida pelo nome fantasia SpaceX, com o objetivo de reduzir em dez vezes o custo de acesso ao espaço.

Em 2015 Musk fundou a OpenAI, uma empresa de pesquisa em inteligência artificial sem fins lucrativos. A empresa visa "combater as grandes corporações que podem se tornar poderosas demais ao possuir sistemas de super inteligentes dedicados ao lucro, assim como governos que podem usar a IA para ganhar poder e oprimir seus cidadãos. 

Reprodução

Elon Musk (à direita) na época do PayPal. O tempo lhe trouxe mais dinheiro e mais cabelos. Fonte: Reprodução

Já em 2016 o bilionário fundou duas empresas: a Neuralink, que visa integrar o cérebro humano à inteligência artificial, e a The Boring Company, que desenvolve um sistema de túneis subterrâneos para resolver o problema do tráfego nas grandes cidades.

Além disso, Musk forneceu a idéia e capital para a fundação da SolarCity, de seus primos Lyndon e Peter Rive, com objetivo de avançar a produção de energia solar nos EUA e combater o aquecimento global. A empresa foi adquirida pela Tesla em 2016, e hoje é uma subsidiária.

Musk também criou o conceito do Hyperloop, um sistema de transporte rápido envolvendo vagões autônomos circulando dentro de túneis a vácuo. A idéia foi liberada ao público, e várias empresas tentam transformar o conceito em realidade.

Não é dono da Tesla

Ao contrário do que se imagina, Musk não é fundador nem dono da Tesla. A empresa foi fundada em 2003 pelos engenheiros Martin Eberhard and Marc Tarpenning, e Musk foi o quarto funcionário contratado e um dos primeiros investidores, colocando US$ 6,5 milhões na empresa.

Musk participou ativamente do design do Roadster, o primeiro veículo da Tesla, e com o tempo ele se tornou presidente do conselho e eventualmente CEO da empresa.

Tesla e SpaceX quase faliram

Hoje Tesla e SpaceX são empresas extremamente bem-sucedidas em seus segmentos, mas não foi sempre assim. Em 2008, ambas quase faliram.

A SpaceX tinha sofrido três falhas de seu primeiro foguete, o Falcon 1, e só tinha peças e recursos para mais um lançamento. A Tesla, que na época produzia um “esportivo de luxo” em um segmento quase inexistente (carros elétricos) estava sofrendo os efeitos da crise econômica mundial.

Musk tinha apenas US$ 40 milhões restantes, e teve de escolher: ele podia investir todo o dinheiro em uma das empresas, e a outra iria falir. Ou então dividir o dinheiro, sabendo que ambas poderiam falir.

Reprodução

Antes de chegar ao sucesso atual, a SpaceX enfrentou uma série de acidentes. Fonte: Reprodução.

Musk decidiu dividir o dinheiro, dizendo que via as empresas com “filhas” e que, como pai, não poderia escolher uma ou outra. A SpaceX teve sucesso em seu quarto lançamento, demonstrando a viabilidade de seu foguete e conquistando contratos comerciais que garantiram sua sobrevivência.

A Tesla foi salva por empréstimos do governo dos EUA para resgatar a indústria automobilística, uma das mais afetadas pela recessão. A empresa se recuperou e foi a primeira montadora a pagar, antecipadamente, o empréstimo.

Tem afinidade pelas artes

Podemos dizer que Musk tem uma “afinidade” pelas artes, ou ao menos por artistas. Sua irmã, Tosca Musk, é cineasta e já produziu vários filmes e séries para a TV ou a Web.

Sua primeira esposa, Justine Wilson, é uma escritora canadense e mãe dos seis primeiros filhos de Musk. Depois de se separar de Justine, Musk se casou (e se separou) duas vezes com a atriz Talulah Riley, a primeira entre 2010 e 2012 e a segunda entre 2013 e 2016.

Depois de se divorciar de Riley, Musk começou a namorar a cantora canadense Claire Boucher, conhecida pelo nome artístico Grimes. O primeiro filho do canal, o já citado “X Æ A-XII Musk”, nasceu em 4 de maio de 2020.

Às vezes “ataca de DJ”

Outro sinal da afinidade de Musk pelas artes é que nas horas vagas (que, com tantas empresas, devem ser poucas) ele gosta de compor músicas. Sua primeira faixa foi o rap “RIP Harambe”, lançada em março de 2019 sob o selo “Emo G Records”.

O nome é uma referência ao gorila Harambe, que foi morto por um tratador após arrastar uma criança de três anos para dentro de seu cercado no zoológico de Cincinnati, nos EUA, em 2016.

Reprodução

Elon Musk em seu estúdio pessoal. Fonte: Elon Musk / Twitter

A segunda faixa é uma EDM (Electronic Dance Music) chamada “Don’t Doubt Ur Vibe”, lançada em 30 de janeiro de 2020. Ambas estão disponíveis no Soundcloud.

Tem medo da IA

Apesar de ter fundado duas empresas relacionadas a inteligência artificial (a Neuralink e a OpenAI) e de fazer uso intenso da tecnologia nos veículos da Tesla, Musk é um dos que teme que ela traga o fim da raça humana.

Reprodução

Apesar de usar a tecnologia em suas empresas e produtos, Musk tem medo de que a IA extermine a raça humana. Fonte: Reprodução/Getty Images.

O bilionário acredita que a IA é “mais séria ameaça à sobrevivência da raça humana”, e que sua criação é equivalente a “invocar um demônio”. Em uma entrevista em 2014 ele afirmou que “cada vez mais acredito que deve haver algum tipo de regulamentação, talvez a nível nacional ou internacional, só para ter certeza de que não vamos fazer nenhuma tolice”.

É um dos mais ricos do mundo... mas não se importa

Segundo a revista Forbes em maio de 2020 Musk tinha uma fortuna avaliada em US$ 36,5 bilhões, o que o torna o 31º homem mais rico do mundo. Mas ele parece não se importar muito com isso.

Recentemente Musk declarou no Twitter que pretende “vender todas as suas posses” e que “não terá nenhuma casa”. Pouco depois, afirmou que sua namorada Grimes ficou brava com ele por causa da declaração.

Segundo a Business Insider Musk tem ao menor sete casas luxosas, avaliadas em pelo menos US$ 100 milhões.

Quer morar em Marte um dia

Em entrevista ao programa Axios on HBO, Musk afirmou que as chances dele ir pessoalmente a Marte são de “70%”, e que pretende morar lá.

Reprodução

Elon Musk está confiante de que a SpaceX irá colonizar Marte. Foto: SpaceX.

Questionado se isso não seria uma estratégia de um cara rico para fugir dos problemas do planeta, Musk respondeu:

“Vai ser difícil. Há uma boa chance de morrer, viajando dentro de uma lata pelo espaço profundo. Mesmo que você consiga pousar com sucesso, estará trabalhando sem parar para construir uma base. Ou seja, não vai sobrar muito tempo para lazer.

E mesmo depois de fazer tudo isso, é um ambiente muito hostil. Então, há uma boa chance de você morrer lá. Isso soa como um plano de fuga de um cara rico?”.


Tesla spaceX elon musk hyperloop neuralink the boring company OpenAI
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você