Nasa lança missão 'Mars 2020' em busca de vida em Marte

Rover Perseverance irá procurar por sinais de vida passada no planeta vermelho e testar tecnologias para futuras missões tripuladas

Rafael Rigues, editado por Cesar Schaeffer 30/07/2020 08h50
Lançamento da Mars 2020
A A A

A Nasa lançou a missão Mars 2020 rumo a Marte na manhã desta quinta-feira (30). O foguete Atlas V carregando o rover Perseverance decolou da base aérea de Cabo Canaveral, na Flórida, às 08h50 (horário de Brasília) como programado.


Começa agora uma viagem de sete meses rumo ao planeta vermelho, onde o Perseverance deve pousar em 18 de fevereiro de 2021, na cratera Jezero no hemisfério norte do planeta. Sua missão é analisar o local, onde milhões de anos atrás havia o delta de um rio, e procurar por sinais de que Marte já abrigou vida no passado.

Além de realizar análises por conta própria, o Perseverance vai coletar amostras do solo marciano, que serão armazenadas em pequenos tubos e deixadas em locais específicos no planeta. Em 2026 uma nova missão, por enquanto chamada de Mars Sample Return Mission (Missão para Retorno de Amostras de Marte), pousará em Marte, coletará as amostras e as trará de volta à Terra.

Reprodução

Perseverance sendo preparado por técnicos da Nasa antes do lançamento. Foto: Nasa

O rover também testará novas tecnologias que vão facilitar futuras missões tripuladas, como um novo sistema de pouso com maior precisão, um helicóptero chamado Ingenuity para observação aérea do planeta e um instrumento chamado Moxie, que vai gerar oxigênio a partir do dióxido de carbono na atmosfera marciana. Uma versão em grande escala do Moxie, já em desenvolvimento, será uma peça crucial para a presença humana no planeta.

A Mars 2020 foi a terceira missão rumo a Marte lançada no mês de julho, tirando proveito da proximidade do planeta em relação à Terra, algo que só acontece a cada 26 meses. A primeira a decolar foi a HOPE, desenvolvida pelos Emirados Árabes Unidos, que decolou em 19 de julho.

Em seguida a agência espacial chinesa enviou a Tianwen-1 no dia 23 de julho. A missão é composta por um satélite orbital e um pequeno rover, que conjuntamente tem 12 instrumentos que irão analisar a atmosfera e geologia de Marte.

Marte espaço missão espacial nave espacial espaçonave espaçonaves Ciência&Espaço exploração espacial corrida espacial
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você