Serão necessários 20.000 anos para primeiras sondas atingirem Alpha Centauri

Estudo, realizado por três cientistas, utiliza dados do telescópio espacial Gaia.

Maria Lutfi 30/12/2019 17h00
Alpha Centauri
A A A

Uma parte das primeiras explorações além do Sistema Solar foram feitas por quatro sondas da Nasa, na década de 1970 (Pioneer 10 e 11 Voyager 1 e 2). A partir daí, os projéteis Voyager deixaram o sistema solar e se perderam no espaço interestelar, pois o contato foi interrompido em 1995 e 2003. Para saber onde os projéteis estão, é realizado um novo estudo, que utiliza dados do telescópio espacial Gaia.


"Após os encontros com os planetas externos nas décadas de 1970 e 1980, os Pioneers 10 e 11 e as Voyagers 1 e 2 estão agora em trajetórias de fuga para fora do Sistema Solar", afirmam os pesquisadores Coryn Bailer-Jones e Davide Farnocchia. “Embora eles deixem de operar muito antes de encontrar estrelas, é interessante perguntar com quais estrelas elas passarão mais perto nos próximos milhões de anos”.

A estrela mais próxima é a Proxima Centauri, que será a primeira aprovada por três dos exploradores, pois está localizada a cerca de 4 anos-luz de distância, no sistema Alpha Centauri. Cosmicamente falando, essa trajetória é rápida. A Voyager 1 passará pela Proxima Centauri dentro de 16.000 anos, enquanto a Voyager 2 levará 20.000 para alcançá-la, e 18.000 anos para a Pioneer 11 encontrar a estrela vizinha.

A Pioneer 10, no entanto, está em um caminho diferente, e a primeira estrela que ela encontrará será a Ross 248, localizada a 10 anos-luz de distância na constelação do norte de Andrômeda. Os astrônomos afirmam que em algum momento, nos próximos 80.000 anos, o Ross 248 ultrapassará a Alpha Centauri para se tornar a estrela mais próxima do nosso Sol, embora apenas por um breve período. A Pioneer 10 passará por essa estrela em, aproximadamente, 34.000 anos.

A nave Voyager 1 também visitará a estrela flare HD 28343, uma variável que, ocasionalmente, pode exibir aumentos dramáticos no brilho, que duram apenas alguns minutos. Os astrônomos pensam que estrelas como HD 28343 brilham devido à energia magnética em suas atmosferas, semelhante às explosões solares do nosso Sol. Além disso, há a Gliese 445, uma estrela da sequência principal do tipo M, a 17,6 anos-luz de distância, que a Voyager 1 passará em 44.000 anos.

Os pesquisadores consideraram quanto tempo de viagem seria necessário para as sondas colidirem, ou serem capturadas por um sistema estelar, e terminarem sua jornada. De acordo com os profissionais, são 1020 anos de “espera”.


Fonte: DigitalTrends 

Nasa espaço Sol Sistema Solar sonda Ciência&Espaço
Assinar newsletter
Assine nossas newsletters e receba conteúdos em primeira mão
enviando dados - aguarde...
Parabéns! Sua assinatura foi recebida com sucesso!
Atenção: Em instantes você receberá um email de confirmação da assinatura. Para efetivá-la, clique no link de confirmação que você receberá. Verifique também sua caixa de SPAM, pois por se tratar de um email automático, seu servidor de emails poderá identificar incorretamente a mensagem como não solicitada.
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você