SpaceX adia novamente lançamento de mais 57 satélites Starlink

Lançamento estava previsto para esta quarta-feira, a partir da base aérea de Cabo Canaveral, na Flórida

Rafael Rigues, editado por Cesar Schaeffer 08/07/2020 12h50
Falcon 9 missão GPS III
A A A

A SpaceX adiou novamente o lançamento previsto para esta quarta-feira (8) de um foguete Falcon 9 carregando mais 57 satélites Starlink e dois "caronas", satélites de observação terrestre da operadora BlackSky. O motivo: condições climáticas desfavoráveis.


O lançamento seria feito a partir da base espacial de Cabo Canaveral, na Flórida, mesmo local de onde decolou a histórica missão Demo-2 que em 30 de maio colocou dois astronautas em órbita. O foguete já foi usado em quatro missões anteriores, e após o lançamento irá pousar em uma das balsas robóticas da empresa no Oceano Atlântico.

Os satélites Starlink deste novo lote têm um novo recurso: um quebra-sol móvel que será usado para reduzir o brilho dos satélites em órbita. É uma resposta a reclamações de astrônomos e cientistas, que alegam que a constelação vai atrapalhar a observação do espaço a partir da Terra.

Com este lote a SpaceX vai alcançar 595 satélites lançados, pouco mais de 37% dos 1.585 que serão usados para completar a primeira camada ("shell") da constelação, necessária para fornecer acesso global à internet em alta velocidade. A SpaceX espera operar múltiplas camadas, com um total de 12 mil satélites e planos de expansão para mais 30 mil.

Fonte: The Verge

foguete spaceX falcon 9 starlink Ciência&Espaço satélite
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você