Cinema e Streaming

HBO Max

HBO Max chegará em maio de 2020, veja o conteúdo disponível

Sofia Aureli, editado por Matheus Luque 30/10/2019 10h29
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O serviço de streaming vai custar US$ 15 por mês e terá séries como Friends e The Big Bang Theory

O HBO Max, serviço de streaming da AT&T, vai custar US$ 15 (cerca de R$ 40) por mês e será lançado em maio de 2020, nos Estados Unidos. As novidades foram reveladas nesta terça-feira (29) durante o Investor Day da WarnerMedia, um dia dedicado para revelar informações sobre os próximos produtos e serviços. Além dos detalhes sobre o HBO MAX, a empresa também afirmou que está trabalhando em um novo spin-off de Game of Thrones, chamado House of the Dragon sobre a Casa Targaryen.


Serão 10 mil horas conteúdo no lançamento. Os títulos originais da plataforma recebem o nome de Max Originals, e vão contar com programas de outras marcas como WarnerMedia, Warner Bros, New Line Cinema, DC, Turner Library, Crunchyroll, Rooster Teeth, Looney Tunes, entre outros. Os carros-chefes do serviço são as séries Friends e The Big Bang Theory, sendo que outras ainda podem deixar a Netflix e migrar para o HBO Max.

A ideia é que o HBO Max comece como um serviço de assinatura sem publicidade e que, após um ano de serviço, seja criado um plano mais em conta e com anúncios. Segundo Bob Greenblatt, o presidente da WarnerMedia Entertainment, a longo prazo o serviço pretende incorporar lives com uma “interação ao vivo e exclusiva com eventos especiais dos programas”, algo diferente de outros serviços de vídeo-sob-demanda, como os da Netflix.

Para aqueles que já assinam o canal premium da HBO na televisão pela AT&T, o serviço de streaming será de graça por um ano. A companhia também está conversando com outros provedores de TV a cabo e empresas de satélite para oferecer o HBO MAX para os assinantes normais da HBO. Além disso, para aqueles que já são membros do HBO Now, é possível mudar para o novo streaming e ter acesso a um catálogo maior pelo mesmo preço.

A respeito das facilidades da plataforma, será permitido o download de programas para assistir offline (algo que o HBO Go e o Now já permitem), playlists e recomendações feitas pelos artistas das séries e, também, múltiplos perfis dentro da mesma conta. Cada usuário poderá utilizar a plataforma simultaneamente em dispositivos diferentes e, no caso de crianças, vai existir um conteúdo filtrado e supervisionado pelos pais. Além disso, ele também terá podcasts, algo já trabalhado pela HBO durante a série Chernobyl.

A meta das empresas é que o serviço atinja entre 79 e 90 milhões de inscritos até 2025 e, para cobrir a alta demanda, a AT&T e a WarnerMedia investirão pesado no HBO Max. Na segunda-feira (28), a AT&T anunciou que pretende gastar entre US$ 1,5 e US$ 2 bilhões no serviço ano que vem, seguido por mais US$ 1 bilhão em 2021 e 2022.

O serviço entre na guerra de streamings contra outras plataformas como Netflix, Apple TV +, Disney + e Amazon Prime. Outros nomes também estão previstos para chegar ano que vem, como o Peacock, da NBC Universal.

 

Via: CNet

Serviços Streaming AT&T HBO Filmes&Series HBO GO hbo max friends
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você