Geolocalização

Covid-19: Vivo e governo de SP vão usar dados para rastrear doença

Luiz Nogueira 02/04/2020 11h04
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Parceria firmada tem como objetivo saber quais locais com maior concentração de pessoas durante a pandemia

Uma parceria, firmada entre a Vivo e o governo de São Paulo, vai utilizar recursos de Big Data da operadora para medir os dados de deslocamento da população. A iniciativa, que entrou em funcionamento na quarta-feira (1º), tem como objetivo identificar áreas de aglomeração de pessoas e que, possivelmente, podem ser focos de transmissão do novo coronavírus.


Os dados serão gerenciados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), que é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo. Em um comunicado, foi especificada a maneira como os dados serão analisados. O tratamento de informações será feito de forma totalmente anônima e agregada, sem comprometer a segurança dos usuários já que o estudo individual dos dados não será realizado.

Um modelo de "mapa de calor" será utilizado para dispor as informações coletadas. A região com maior concentração de pessoas naquele momento terá uma cor mais forte, sendo o contrário para locais com menos indivíduos ao mesmo tempo.

Como exemplo para mostrar a aplicação do sistema, foi citado o caso de um hospital. Com a tecnologia, será possível determinar se há um grande fluxo de pessoas para a localidade e qual a origem desses indivíduos.

Outro uso possível é para verificar se as recomendações de isolamento social estão sendo seguidas ao identificar o fluxo de pessoas nas principais vias da cidade, além de analisar o deslocamento dentro dos bairros.

De acordo com Patrícia Ellen, Secretária de Desenvolvimento Econômico Ciência e Tecnologia, "este é o primeiro resultado concreto do trabalho realizado pelo Grupo de Pesquisa, Tecnologia e Inovação do Gabinete de Combate ao Covid-19, que vai usar inteligência artificial para medir o deslocamento populacional e avaliar os efeitos de medidas como a quarentena no combate à epidemia".

Aplicação em diferentes locais

Recentemente, o Rio de Janeiro anunciou uma medida semelhante ao fechar um acordo com a operadora TIM com aplicações semelhantes. Isso mostra que esses dados são acessíveis e comuns a qualquer operadora do país.

Recife também vai adotar uma solução parecida. Pelo menos é o que promete Geraldo Julio, prefeito da cidade. O objetivo, segundo ele, consiste em obter dados de deslocamento dos habitantes para coordenar medidas de apoio ao isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Vivo Geolocalização Governo de São Paulo localização coronavirus covid19
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você