Doria prorroga quarentena em São Paulo até 31 de maio

Governador não descarta 'lockdown' como medida drástica

Luiz Nogueira 08/05/2020 15h05
João Doria
A A A

Nesta sexta-feira (8), o governador João Doria anunciou a prorrogação da quarentena no estado de São Paulo. Agora, todos os serviços não essenciais permanecem fechados até 31 de maio. A decisão foi tomada após reunião entre o governante, o Centro de Contingência ao Coronavírus e secretários.


Com isso, esta é a segunda vez que o político estende o período de isolamento como maneira de tentar combater a doença. Além da decisão, Doria declarou que não descarta a possibilidade de implementar um 'lockdown' no estado. No entanto, segundo ele, não há previsão para implantação.

"Não descartamos nenhuma outra medida mais restritiva. Não estamos propondo lockdown, mas ele não está descartado. Esperamos que isso não tenha que ser praticado, mas isso vai depender muito de vocês [moradores do estado]", declarou o governador.

Ao anunciar a prorrogação, Doria se emocionou ao falar sobre o Dia das Mães, que acontece no próximo domingo (10).

"Daqui a dois dias será o Dia das Mães. É o dia da celebração da família, do beijo, do abraço, do carinho. Neste ano, será diferente. Será um dia de solidariedade, de oração pela vida, pelos brasileiros. Como governador de São Paulo, gostaria de dar uma notícia diferente, mas o cenário é desolador. Teremos de prorrogar a quarentena até o dia 31 de maio", disse Doria com a voz embargada.

O estado tinha como plano a flexibilização da quarentena a partir do próximo domingo (10). A medida previa que os comércios poderiam reabrir em algumas cidades caso estivessem no que é considerado área verde, definida pela taxa de isolamento social registrada na região diariamente. No entanto, os problemas envolvendo a situação de saúde fizeram com que esses locais apresentassem índices de perigo e atenção, representados pela coloração vermelha e amarela.

Situação da capital

Seguindo a decisão de Doria, o prefeito Bruno Covas também afirmou que a quarentena será estendida na capital até 31 de maio. Ele espera que, com a medida, as taxas de isolamento vistas no início da pandemia sejam atingidas novamente, o que evitaria a implementação de medidas drásticas, como o já citado 'lockdown'.

Via: Uol 


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Prefeitura de São Paulo Governo de São Paulo São Paulo João Doria coronavirus bruno covas quarentena
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você