Estado de SP atingiu platô da pandemia, diz comitê do coronavírus

São Paulo registrou o menor número de mortes em 24 horas dos últimos 20 dias; ocupação dos leitos de UTI também estão reduzindo

Nina Gattis, editado por Daniel Junqueira 08/06/2020 18h40
Cômite de Contingência do Coronavírus
A A A

De acordo com as autoridades do Comitê de Contingência do Coronavírus de São Paulo, o estado chegou ao platô da transmissão da Covid-19. Ou seja, a pandemia atingiu uma situação de pico contínuo que demora a cair, o que pode significar que chegou ao limite e logo começará a apresentar queda nos casos. Quanto às mortes, o estado registrou nesta segunda-feira (8) o menor número em 24 horas dos últimos 20 dias. 


"Os números de crescimento de casos continuam apontando para uma certa redução no estado. Esse é um dado positivo que estávamos esperando há um mês atrás para ter uma noção de que realmente estamos atingindo o nosso platô e isso nos deixa bastante mais tranquilo. Temos ainda muitos problemas pela frente, várias semanas de intenso trabalho e precisamos ainda do apoio irrestrito da população no uso de máscaras e manutenção das taxas de isolamento social", afirmou Carlos Carvalho, coordenador do comitê.

A fala de Carvalho foi endossada por José Henrique Germann, secretário estadual de Saúde. "Enfatizando o que o doutor Carlos disse, nós estamos tendo um crescimento a baixa velocidade. O aumento de casos tem sido de 5% por dia e de óbitos, 3%. Isso vem vindo há um bom tempo. Nesse sentido, estamos vendo uma certa estabilização do comportamento da epidemia no estado", explicou Germann.

Reprodução

Homem anda de máscara pelas ruas de São Paulo. Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil

As declarações acontecem em meio à flexibilização do isolamento social, que já permitiu a retomada de parte da atividade presencial do público em alguns setores. Devido à reabertura do atendimento em alguns tipos de estabelecimentos, o transporte público municipal já registrou lotação, inclusive com passageiros circulando em pé, algo que está proibido na capital.

Segundo o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, se esse problema não for resolvido ainda nesta semana, o secretário municipal de Transportes, Edson Caram, será substituído. "O secretário tem até sexta-feira. Se não, a partir de segunda-feira será outro secretário", disse Covas.

Vale lembrar que nesta segunda-feira (8) o total de casos registrados no estado de São Paulo é de 144.593, dos quais 9.188 resultaram em mortes. Nas últimas 24 horas, o número de óbitos registrados é de 48 - o menor desde o dia 18 maio, quando 41 pessoas faleceram em decorrência da Covid-19 num intervalo de 24 horas. Além disso, o estado está com 67,5% de ocupação dos leitos de UTI, enquanto a região metropolitana apresenta taxa de ocupação de 75,5%. Na semana passada, as taxas eram de 73% e 85%, respectivamente. Os números foram reduzidos após a distribuição de novos respiradores para hospitais de diversas regiões de São Paulo.

Via: O Globo


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Saúde São Paulo coronavirus covid19 pandemia isolamento social mortes
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você