Confira quais atividades cotidianas representam mais riscos de infecção pela Covid-19

Gráfico que aponta os diferentes graus de riscos por coronavírus viraliza nos EUA e no Reino Unido; confira

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 09/09/2020 15h33
Coronavírus
A A A

Embora o coronavírus ainda não tenha sido contido, muitas pessoas têm voltado às ruas com a flexibilização do isolamento e a reabertura dos comércios. Mas atividades cotidianas oferecem um grande risco de contágio por Covid-19, de acordo com um estudo feito por especialistas americanos da Associação Médica do Texas (TMA, na sigla em inglês).


Ao todo, 14 médicos, dentre eles, epidemiologistas e infectologistas, do Comitê de Doenças Infecciosas da TMA se reuniram para desenvolver um gráfico que aponta qual o risco de contágio que cada prática oferece.

Das atividades mais arriscadas, ir à academia, frequentar bares, parques e cultos religiosos com mais de 500 fiéis estão entre as principais.

Reprodução

Uso de máscaras é apontado como eficiente para evitar o contágio pela Covid-19. Foto via Eugene Gurkov/Shutterstock

Especialista em saúde pública e membro da TMA, o médico John Carlo descreveu o estudo como "um gráfico feito para o Texas, mas pode ser usado em outros países". Em entrevista à BBC News Brasil, ele afirmou que "temos que considerar as diferenças nas realidades de cada lugar, é claro, mas também há muitas coisas que são semelhantes".

Como o estudo foi elaborado?

Para desenvolver o ranking, foram estabelecidos critérios como local onde as atividades estariam sendo praticadas (se eram áreas externas ou internas); o tempo de exposição; e as precauções necessárias incluindo uso de máscara, distanciamento social e higienização das mãos sempre que possível.

As ações foram organizadas das menos arriscadas para as mais arriscadas. E foram classificadas da seguinte maneira:

  • Baixo Risco: abrir correspondência, comprar comida para levar, abastecer o carro.
  • Baixo Moderado: ir ao mercado, caminhar, correr ou andar de bicicleta, ficar hospedado em hotel, ir à biblioteca ou museu e comer em restaurantes nas áreas externas.
  • Moderado: jantar na casa de outra pessoa, ir ao churrasco, ir à praia ou shopping, ir à escola, trabalhar em um escritório, nadar em piscina pública e visitar idosos.
  • Moderado alto: ir ao salão  de beleza ou barbearia, viajar de avião, ir a um casamento ou funeral, jogar basquete, comer na área interna de um restaurante, abraçar ou apertar a mão  de alguém.
  • Alto: comer em bufê, ia à academia, ir a shows grandes ou eventos esportivos, ir ao cinema ou parques de diversão, ir ao culto religioso com 500 ou mais fiéis e ir ao bar.

Locais como shoppings e praias, aparecem na mesma categoria.  Apesar de o fator do distanciamento ser o mais considerado, o ambiente fechado dos shoppings é mais vazio do que as praias que, embora sejam abertas e arejadas, podem contar aglomerações.

"É preciso usar o bom senso sobre o cenário em que você vai praticar cada atividade. Nosso gráfico é um bom guia, mas as pessoas têm que analisar seus próprios casos," destaca Carlo.

Fonte: BBC


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



EUA coronavirus covid19 pandemia sintomas
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você