Vazamento de dados revela mais de 130 casos de Covid-19 na Tesla

Montadora desafiou leis da Califórnia para reabrir fábrica no estado durante a pandemia do novo coronavírus; mais de 1.550 trabalhadores foram 'afetados' desde que a instalação voltou a operar

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 15/07/2020 11h07
Fábrica Tesla
A A A

Durante o mês de maio, Elon Musk desafiou as leis do estado da Califórnia e determinou a reabertura da fábrica da Tesla. Em junho, a notícia de que dois funcionários da montadora foram diagnosticados com Covid-19 após a decisão, circularam na imprensa. Agora, porém, um vazamento de dados internos mostrou que o número de infectados pelo coronavírus foi muito maior.


A fábrica de Fremont possui cerca de 10 mil funcionários, representando a maior força de trabalho da Tesla. O estado da Califórnia viu uma segunda onda de contaminação muito significativa nos últimos 30 dias. Segundo os dados vazados, a montadora teve mais de 1.550 trabalhadores “afetados” pelo coronavírus desde que reabriu.

ReproduçãoCasos de exposição ao coronavírus ns fábricas da Tesla. Foto: Electrek

O termo “afetados” que aparece no documento não quer dizer necessariamente de que o funcionário foi diagnosticado com a doença, mas que teve contato com alguém que teve confirmada a infecção. Segundo os próprios dados, a maioria desses não foi testada ou não se sabe se fizeram o teste.

Os números mostram que mais de 130 funcionários da montadora foram diagnosticados com Covid-19. Além disso, alguns ainda esperam resultado e outros temporários envolvidos em operações tiveram resultados positivos.

Em uma das tabelas disponibilizadas, é possível notar um grande aumento de “exposição” de funcionários da fábrica de Fremont nas últimas duas semanas.

ReproduçãoCasos de exposição ao coronavírus na fábrica de Fremont. Foto: Electrek

Recomendações da Tesla

Assim que um funcionário é “afetado” pelo vírus, um e-mail é enviado com algumas recomendações. A primeira delas é para aqueles que foram testados e receberam resultados negativos. Nesse caso, é recomendado esperar 24h após ficar sem febre sem o auxílio de medicamentos e sem sintomas.

Caso o teste der positivo, é preciso ficar em casa 10 dias após a realização do exame e pelo menos três dias após a recuperação. Para ser considerado recuperado, o funcionário deve estar há 72 horas sem febre (também sem ter utilizado remédios para isso) e sem sintomas respiratórios. Além disso, é necessário um atestado médico de que está apto para voltar ao trabalho.

Apesar de alguns surtos na fábrica, a Tesla adotou algumas medidas para tentar impedir a propagação, como estações para lavagem das mãos, scanners de temperatura, a exigência das máscaras e do distanciamento social. Porém, segundo fontes do portal Electrek, nem todos estão seguindo as recomendações adequadamente.

Via: Electrek


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Tesla elon musk estados unidos coronavirus fábrica covid19
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você