Dicas e Tutoriais

Cameras

15 truques básicos para tirar boas fotos com um celular - parte 1

Rene Ribeiro 18/10/2018 10h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

As câmeras dos smartphones atuais melhoraram tremendamente nos últimos anos. Um conjunto de tecnologias colaboraram para isso, como sensores com maior densidade de pixels, estabilizadores com mais eixos, software da câmera mais preciso para renderizar e fazer e fazer ajuste de cores, além dos celulares com câmera traseira dupla.


Mas somente a alta tecnologia não é o suficiente para obter uma ótima foto. E por isso, o Olhar Digital fez uma série com 15 dicas práticas, divididas em 3 partes, para tirar o máximo proveito das câmeras de smartphones.

1. Tire muitas fotos de um mesmo tema

A primeira dica é descer o dedo no botão de disparo. A diferença entre um ótimo fotógrafo e um mediano se resume no volume de fotos tiradas. Essa é uma das dicas mais óbvias, afinal, no meio de 50 fotos, ao menos uma deve sair muito boa. Principalmente quando tiramos fotos de pessoas. A melhor foto é quando o resultado sai com uma expressão natural e, geralmente, isso acontece tirando várias fotos em sequência rápida.

Os celulares atuais, mesmo os de médio desempenho, já tiram muitas fotos em sequência rápida, bastando para isso manter o dedo no botão de disparo por quanto tempo você quiser. E se você está preocupado com armazenamento, lembre-se da nuvem. O Google Photos sincroniza automaticamente quando você está na rede Wi-Fi. Basta escolher essa opção nas configurações do aplicativo. Em seguida você pode liberar espaço no celular apagando todas as fotos dele.

2. Conheça tudo sobre o seu app nativo da câmera

Essa é uma das dicas mais subestimadas da fotografia de smartphones. Quer você tenha um telefone novo ou um dispositivo mais antigo, vale a pena investir tempo para verificar todos os recursos que o software da sua câmera oferece. Pois você nunca vai melhorar seriamente as suas fotos se usar o modo automático a todo momento. Smartphones da Samsung e da Motorola, por exemplo, usam o modo manual para alterar opções como ISO, velocidade do obturador, ajuste de foco e balanço de brancos.

É claro que estudar o que significa cada item desses ajudará muito, no entanto, você não precisa, ao menos no início. Basta ir alterando os parâmetros e tirando fotos para ver os resultados com os diferentes ajustes. Você vai tirar suas próprias conclusões de como pode aproveitar cada configuração para determinado ambiente e também vai se surpreender com a infinidade de efeitos artísticos que o modo manual da câmera pode proporcionar.

3. Teste outros apps de câmera

O aplicativo da câmera pré-instalado, ou nativo, não é necessariamente a melhor opção para o seu smartphone. Na verdade, existem muitos aplicativos de câmera de terceiros na Play Store.
Esses programas podem facilitar o seu trabalho dependendo do resultado que você deseja. Por exemplo, se o seu smartphone não tem modo manual, o app Footej Camera traz todas as opções da dica anterior. Busca por um app focado em selfie? Então tente o Candy Camera.

 

Reprodução

Outro aplicativo que vale a pena conferir é o Open Camera, que também oferece uma gama grande de opções. Enfim, não tenha medo de alterar as configurações e testar outros apps de câmera. Você não vai danificar seu smartphone ao instalar apps oficiais da Play Store. O máximo que vai acontecer é não funcionar bem em seu aparelho. E então basta se livrar do app que não deu certo e continuar com outro. O importante é testar se você quer tirar ótimas fotos com um smartphone.

-> 8 aplicativos de fotos que você precisa conhecer

4. O flash é realmente necessário?

Os fabricantes de celular em geral fizeram uma grande evolução na abertura focal de suas câmeras. Elas conseguem tirar fotos nítidas, sem granulações mesmo em ambientes pouco iluminados. E na verdade, na maioria das vezes, o flash pode arruinar uma foto que poderia ter saído boa. Em fotos de pessoas, por exemplo, nem pense usar o flash.

O resultado será uma foto com rostos hiper brancos e um fundo preto, já que a luz refletida do flash no rosto das pessoas acaba por "cegar" a câmera para tudo o que está em volta do assunto a ser fotografado. O flash pode ajudar somente nos momentos de extrema necessidade, quando o ambiente está muito escuro mesmo e você precisa registrar o momento, mesmo que a foto fique com baixa qualidade.

Mas no geral, quando o ambiente está com pouca luz, a melhor coisa a se fazer é tirar fotos em vários ângulos diferentes para chegar ao melhor resultado. Fotos com flash ficam boas em câmeras profissionais e, mesmo assim, o fotógrafo precisa encontrar o melhor ângulo.

5. Aprenda quando e como usar o sol

Outra regra é que você deve ficar atento é não tirar fotos de pessoas com a câmera apontada na direção do sol. Há exceções a isso, é claro, como se você quiser criar silhuetas ou apenas fazer experiências para obter um resultado artístico. No entanto, tente fazer com que o sol ilumine seus assuntos e pessoas e não a lente do seu celular.

Aproveite também a chamada "hora de ouro" na fotografia. Na verdade essa hora acontece em dois momentos durante o dia: logo após o nascer do sol e um pouco antes do pôr do sol. Faça isso e você vai obter cores lindas. E aqui fica mais uma dica dentro da dica: tenha paciência, teste focar no horizonte e no céu nesses horários.

Reprodução

Você vai ver na tela do celular as cores se alterando. Observe tudo: como ficam as pessoas, a paisagem, as tonalidades e sombras que se formam conforme você muda o foco. E lembre-se da primeira dica: tire muitas fotos.

Vamos continuar com mais cinco dicas amanhã. Fique ligado.


Fotografia digital Dicas Fotografia smartphone Dicas&Tutoriais Google fotos
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você