Microsoft atualizará segurança de seus softwares para Linux; entenda

Novo protocolo de criptografia será adotado em softwares da Microsoft para Windows; empresa descontinuará suporte a um padrão antigo considerado inseguro pelo mercado

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 29/08/2020 16h00
windows 10
A A A

A partir de 24 de setembro, não será mais possível utilizar os protocolos de criptografia Transport Layer Security (TLS) 1.0 e 1.1 em softwares disponibilizados pelo Linux Software Repository da Microsoft. A medida foi tomada após lançamento do novo procedimento de segurança, TLS 1.3, além de questionamentos sobre a segurança dos padrões antigos.


O Linux Software Repository da Microsoft é uma fonte oficial de produtos de software disponibilizados pela empresa para as distribuições do sistema operacional livre.

A atualização nas tecnologias de criptografia eram esperadas, já que nenhuma das duas versões anteriores faziam parte das regras de uso online atuais. Inclusive, a maioria dos navegadores do mercado acreditam que TLS 1.0 e 1.1 não oferecem a segurança necessária para uma navegação sem riscos. A recomendação era deixar de usá-los, mesmo que não houvessem quaisquer versões do protocolo atualizadas à disposição.

"Para se adequar aos novos padrões de segurança, o packages.microsoft.com não dará continuidade ao uso dos protocolos Transport Layer Security (TLS) 1.0 e 1.1 para downloads à partir da plataforma", afirmou a Microsoft através da Central de mensagens do Windows.

shutterstock_1738291442.jpgSegurança tem sido a principal pauta abordada pela Microsoft, a empresa acredita que o TLS 1.3 será primordial para que o usuário não corra nenhum tipo de risco online. Créditos: Alberto Garcia Guillen / Shutterstock.com

Outros problemas

Em atualização recente, usuários do Windows detectaram um bug que podia causar sérios danos àqueles que possuem SSDs. Os relatos foram feitos através da internet, dizendo que o Windows fazia otimizações de drive além do necessário, o que pode diminuir a vida útil de seu dispositivo de armazenamento. O defeito foi encontrado na versão 2004 da atualização do Windows. A completa desfragmentação de disco a cada reinicialização do sistema também foi uma das queixas feitas pelos clientes.

Um patch já foi disponibilizado pela Microsoft, que reconheceu o problema. Tal correção pode ser feita por membros Insider com a Build 19042.487 (20H2) do Windows 10. Para aqueles que não se enquadram a esses requisitos, recomenda-se desligar a desfragmentação automática através das configurações.

Fonte: Bleeping Computer

Internet Segurança Windows Web
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você