TikTok pode ser vendido para investidores dos Estados Unidos

Decisão pode ajudar a acabar com os conflitos entre o app Chinês e as autoridades de segurança norte-americanas

Luiz Nogueira 22/07/2020 09h05
TikTok
A A A

Apesar da popularidade no mundo todo, o TikTok, aplicativo de vídeos curtos, enfrenta algumas investigações nos Estados Unidos – que conta com alguns dos criadores de conteúdo mais populares da plataforma - e pode ser impedido de funcionar. No entanto, ainda há uma chance de que isso não aconteça.


Rumores indicam que vários investidores norte-americanos já possuem participação na ByteDance, empresa chinesa criadora do TikTok, e que estão considerando comprar a subsidiária para obter controle total da plataforma. A medida pode aliviar a desconfiança de alguns governos de que o aplicativo coleta e compartilha dados dos usuários com autoridades chinesas.

Ainda não há um prazo para que isso ocorra, porém, Zhang Yiming, fundador e CEO da ByteDance, declarou recentemente que poderia vender o TikTok se esse fosse o melhor para o futuro do aplicativo. Os investidores que estariam interessados na compra da plataforma são a General Atlantic e a Sequoia Capital.

Reprodução

TikTok é bastante popular nos Estados Unidos. Foto: iStock/ Wachiwit

Nos EUA, o TikTok foi banido em todos os dispositivos usados para quem trabalha para o governo federal, pois foi visto como uma "ameaça à segurança cibernética". O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que o governo investiga se o app deverá ser banido em todo o país.

Embora vender o TikTok signifique que a plataforma vai se distanciar do criador original, isso pode fazer muito sentido para o futuro do serviço. Atualmente, a empresa conta com 1.400 funcionários sediados nos EUA. No entanto, segundo o site Axios, há intenção de contratar outras dez mil pessoas entre engenheiros de software, equipe de vendas, moderação de conteúdo e atendimento ao cliente na Califórnia, Nova York, Texas, Flórida e Tennessee.

Em meio às crescentes tensões entre a China e os governos ao redor do mundo – além da chegada do Reels ao Instagram – o TikTok precisa de toda a ajuda possível para se manter como um app popular – e passar seu controle para investidores americanos pode ser a solução para isso.

Recomendação do Anonymus

Recentemente, a famosa rede de hackers Anonymous entrou para a lista de entidades que desaconselham o uso do TikTok. No dia 1º de julho, o grupo publicou em sua conta no Twitter: "deletem o TikTok agora; se você conhece alguém que o utilize, explique que é essencialmente um malware operado pelo governo chinês que está conduzindo uma ação massiva de espionagem".

O tuíte foi feito em resposta a outra publicação na rede social, que expunha o que um usuário do fórum Reddit supostamente havia descoberto ao revirar o código do aplicativo. De acordo com o autor do post, essas são as informações às quais o TikTok teria acesso:

  • Hardware do telefone (tipo de CPU, dimensões e resolução da tela, uso de memória, espaço de disco, entre outros)
  • Outros aplicativos instalados no celular, incluindo aqueles que foram recentemente deletados
  • Informações de rede, como Wi-Fi e IP do roteador
  • A presença de root ou jailbreak no dispositivo
  • Localização em tempo real atualizada a cada 30 segundos

Via: The Next Web

Segurança China estados unidos tiktok app aplicativo
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você