YouTube vai proibir vídeos que promovam armas de fogo e seus acessórios

O YouTube atualizou recentemente as suas políticas relacionadas a vídeos contendo armas de fogo. De acordo com as novas normas que a plataforma estabeleceu, ficam proibidos vídeos que tenham a intenção de vender ou promover "armas de fogo ou certos acessórios por meio de vendas diretas (...) ou de links para sites que vendem esses itens".

Dentre os acessórios proibidos estão quaisquer produtos que "permitam que uma arma de fogo simule fogo automático ou que convertam-na em uma arma de fogo automático", tais como bump-stocks e pentes de alta capacidade (mais de 30 tiros). Também passarão a ser proibidos vídeos que ensinem a fabricar armas, munições, silenciadores e outros tipos de acessórios.

Finalmente, a rede também não permitirá mais a hospedagem de vídeos que mostrem aos usuários como instalar tais acessórios ou modificações. Segundo a Motherboard, que foi um dos primeiros sites a apontar a mudança, as novas leis já estão valendo na plataforma. Isso levou alguns canais do YouTube a terem suas contas suspensas por violações repetidas das políticas do site.

Desarmando os vídeos

Não é a primeira vez que a plataforma de vídeos do Google toma uma atitude nesse sentido. Em outubro do ano passado, após um homem armado matar mais de 50 pessoas e ferir outras 500 usando armas alteradas, a rede de vídeos passou a proibir conteúdo que ensinasse os usuários a modificar suas armas de maneiras que as tornassem mais mortais.

Um dos canais que já foram afetados, segundo o The Verge, é o Spike's Tactical, o canal de um produtor de armas da Flórida. O canal em questão teve sua conta suspensa e recebeu uma notificação dizendo que "o YouTube não permite conteúdo que incentiva ou promove atos violentos ou perigosos que têm um risco inerente de dano físico sério ou morte".

 

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ