Amazon Game Studios

Expansão: Amazon vai produzir e distribuir jogos de videogame

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini 07/04/2020 10h54
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Empresa está investindo centenas de milhares de dólares para dominar o entretenimento digital

A Amazon, que já domina o mercado de comércio online, está buscando expandir seus negócios em direção ao entretenimento digital. Nesse processo, está investindo centenas de milhares de dólares para se tornar uma importante desenvolvedora e distribuidora de jogos de videogame.


Para atingir esse objetivo, o primeiro passo será o lançamento do “Crucible”, um jogo de ficção científica que deve ser anunciado em maio. A empresa também prepara os jogos "New World" e "The Grand Tour Game", além de uma plataforma para games em nuvem, a Project Tempo.

Como uma forma de demonstrar seu compromisso com o setor, a empresa nomeou seua divisão de videogames como Relentless Studios. Esse era o nome inicialmente pensado por Jeff Bezos para o que se tornou a Amazon. Uma prova disso é que este domínio é de registro do empresário e direciona o usuário para o site da companhia.

“Estamos trabalhando há muito tempo, mas produzir jogos demora muito, e estamos adotando muitas das práticas da Amazon na produção de jogos”, destacou Mike Frazzini, vice-presidente de serviços e estúdios de jogos da empresa. Essa dedicação toda se mostra necessária para entrar em um mercado com tamanho potencial. Os jogos de videogame devem gerar mais de US$ 160 bilhões, cerca de R$ 830 bilhões, em faturamento em 2020. Esse valor é duas vezes maior que o setor cinematográfico e fonográfico combinados.

Reprodução

Se seus lançamentos tiverem sucessos, a Amazon pretende lançar também um sistema de processamento chamado Lumberyard, a fim de aproveitar o poder de seus serviços em nuvem para propiciar experiências online, como batalhas envolvendo grande número de jogadores.

O "Crucible" tinha data de anúncio para o começo de março, e lançamento programado para 31 do mesmo mês. Porém, as restrições causadas pela pandemia do novo coronavírus atrasaram os planos da empresa, alterando o anúncio para maio. “Não sabemos em que ponto o mundo estará dentro de semanas. Decidimos adiar em vez de colocar pressão e um grande peso nos ombros dos integrantes de uma equipe que trabalhou de mais em um momento em que as pessoas estão passando por grandes dificuldades”, afirmou o executivo Louis Castle.

A Amazon ainda tem mais planos para 2020. No terceiro trimestre, a intenção da empresa é introduzir jogos interativos para o Twitch, onde espectadores gastam boas horas apenas assistindo a outros jogadores. Além disso, a companhia pretende lançar sua primeira versão do sistema Project Tempo, apesar de muitos acreditarem que, por causa das restrições do isolamento social, esse prazo seja ampliado para 2021.

Via: Folha de S.Paulo

Games Videogame videogames jogos .amazon jogos na nuvem Twitch
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você