Sony nega relatos de que teria reduzido fabricação do PlayStation 5

Reportagem da Bloomberg afirmou que fabricante japonesa havia encontrado 'problemas de manufatura' e cortado produção do PlayStation 5 por quase a metade

Rafael Arbulu, editado por Daniel Junqueira 15/09/2020 17h16
Controle PS5
A A A

A Sony veio a público para negar boatos de que teria reduzido a fabricação de unidades do PlayStation 5 (PS5) por quase a metade. Segundo a empresa, o processo de manufatura do novo console, que tem previsão de lançamento para o final de 2020, segue inalterado desde o começo de sua produção.


Os rumores começaram após duas reportagens publicadas pela agência de notícias Bloomberg: a primeira dizia que a Sony planejava ampliar a produção do PS5 para até 10 milhões de unidades até o fim de dezembro deste ano, mas uma segunda matéria foi ao ar nesta terça (15), afirmando que o objetivo foi abortado após a empresa ter “encontrado problemas” na produção do aparelho e que sua fabricação seria, na verdade, reduzida para pouco menos da metade do volume original. Em ambos os casos, a Bloomberg citou fontes que preferiram o anonimato por sua proximidade com o projeto.

Reprodução

PlayStation 5: Sony nega que tenha reduzido volume de fabricação do console, que chega no fim do ano. Imagem: Divulgação/Sony

“Embora nós não façamos a divulgação de detalhes relacionados à fabricação, a informação trazida pela Bloomberg é falsa. Nós não alteramos o número de produção do PlayStation 5 desde o início de sua produção em massa”, disse a empresa ao site GamesIndustry por meio de um comunicado oficial.

A matéria da Bloomberg afirmou que o problema seria o componente central de processamento desenvolvido em parceria com a AMD. A fabricação deste componente não depende apenas da Sony, mas metade das unidades já finalizadas dele, por alguma razão, não teriam sido aprovadas -- em outras palavras, as fontes da agência de notícias disseram que metade dos processadores disponíveis não serviriam para ir ao comércio dentro de um console.

Originalmente, a Sony planejava fabricar entre cinco e seis milhões de unidades do PlayStation 5, de acordo com matéria veiculada pelo jornal Nikkei, no Japão, em abril deste ano. Entretanto, o avanço da pandemia da Covid-19 e a antecipação de um período mais longo de isolamento em casa por parte do público teriam feito a empresa aumentar essa expectativa para algo entre 10 e 11 milhões de unidades. A segunda matéria da Bloomberg falava em uma nova redução, de 4 milhões de unidades.

Vale citar que a Sony terá, na próxima quarta-feira (16), um evento de apresentação do PlayStation 5, onde a expectativa do mercado é a de que ela vá finalmente detalhar o preço e informações de pré-venda do novo console, bem como sua data definitiva de lançamento. A Sony, até agora, não confirmou nem negou essas previsões.

Fonte: GamesIndustry.biz /The Verge /Bloomberg /Nikkei

Games Sony PlayStation Network Sony Entertainment Network videogames Playstation 5 playstation store playstation plus ps5
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você