Games e Consoles

Jogos

Streaming de jogos é o futuro? Conheça os serviços de games na nuvem

Daniel Junqueira 20/03/2019 18h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Google Stadia, Microsoft xCloud, Sony PlayStation Now e mais: as iniciativas que querem levar jogos a qualquer dispositivo com conexão com a internet

No futuro, games poderão funcionar mais ou menos como músicas e filmes atualmente: você escolhe um aparelho de sua preferência, abre o jogo desejado e começa a jogar sem precisar inserir disco e nem fazer download. É mais ou menos com isso que a indústria sonha: games via streaming a qualquer lugar e a qualquer momento.


Esse futuro está ao mesmo tempo próximo e distante: existem iniciativas na área, mas existem obstáculos que podem prejudicar a popularização da tecnologia. O Olhar Digital separou os principais projetos de jogos na nuvem para quem quiser saber o que esperar do futuro dos games.

Streaming de jogos: de onde veio essa ideia?

Já faz décadas que a indústria sonha com uma maneira de transmitir jogos a distância, mas as primeiras iniciativas reais de jogos via streaming surgiram no final da década de 2000, com os serviços Gaikai e OnLine.

Os dois funcionavam de maneira bastante parecida: games rodavam em servidores externos e apenas o vídeo era transmitido para usuários, que, assim, conseguiam aproveitar games complexos mesmo em computadores básicos ou celulares.

A tecnologia foi prejudicada por problemas de conexão de internet. O streaming de games exige boas conexões e OnLive e Gaikai só conseguiam transmitir jogos em qualidade inferior ao obtido pelo processamento local.

Anos depois, o Gaikai foi comprado pela Sony e transformado em PlayStation Now. Já o OnLive foi desativado em 2015, e suas patentes e tecnologias também foram incorporadas pelo serviço da Sony.

Os serviços atuais

Talvez você ainda não tenha usado nenhum serviço do tipo, mas eles já existem - embora não estejam disponíveis no Brasil. Algumas empresas já disponibilizam games na nuvem para assinantes, como a Sony e a Nvidia. Confira abaixo algumas informações sobre essas plataformas:

Sony PlayStation Now

Em 2012, a Sony comprou a Gaikai, uma das primeiras plataformas de streaming de jogos lançadas no mundo. Em 2014, o serviço foi relançado com o nome PlayStation Now, oferecendo acesso imediato a títulos de PlayStation 2, 3 e 4 para serem jogados em diversos dispositivos diferentes, incluindo consoles PS4, celulares, tablets e PCs.

O PlayStation Now funciona com a venda de assinaturas: nos Estados Unidos, é possível comprar tanto um mês de acesso ao serviço por US$ 20, quanto três meses por US$ 45. Além de acessar games via streaming, assinantes também podem fazer download de títulos de PS2 e PS4 (mas não PS3) e manter no disco rígido do sistema.

O serviço PlayStation Now está disponível nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Japão e em parte da Europa. Ele exige uma conexão de pelo menos 5 megabits por segundo cabeada e com limitação de velocidade para outros dispositivos que estejam ligados à mesma rede.

Nvidia GeForce Now

A fabricante de placas de vídeo Nvidia também aposta no streaming de games. Em 2015, a empresa lançou um serviço chamado Nvidia GRID voltado para dispositivos Shield. Ele recebeu o novo nome GeForce Now em 2017, e desde então está disponível em testes para mac OS e Windows também.

O GeForce Now conta com dois modelos de distribuição de jogos: é possível tanto pagar uma assinatura e acessar diversos games disponíveis no catálogo do serviço, como também dá para comprar acesso a um jogo específico.

Ainda em testes e disponível nos Estados Unidos e na Europa, o GeForce Now recomenda conexões de 50 Mbps para transmissões em 1080p/60fps. Mas é possível usá-lo com conexões mais modestas: a fabricante diz ser capaz de transmitir jogos em 720p e 30fps para conexões de 10 Mbps.

O que vem por aí

Além das empresas que já atuam na área, outras três companhias já anunciaram planos de lançar serviços de streaming de games no futuro: Google, Microsoft e EA.

Google Stadia

Prometido para algum momento de 2019, o serviço do Google vai poder ser acessado a partir do navegador Chrome, de um Chromecast, ou de celulares e tablets em geral. Ele também conta com um controle especial e integração com o YouTube. Saiba mais sobre o Stadia no artigo especial preparado pelo Olhar Digital.

Microsoft XCloud

Com testes públicos previstos para o ano de 2019, o xCloud é o serviço que a Microsoft prepara para levar jogos do Xbox para todos os lugares. Com uma arquitetura que visa facilitar a adaptação dos games atuais para a nova plataforma, a Microsoft aposta bem alto no futuro do streaming e planeja disponibilizar o serviço em celulares, tablets, consoles Xbox e PCs, entre outras coisas. Saiba mais sobre o xCloud.

EA Project Atlas

A EA, desenvolvedora de games como "FIFA" e "Battlefield", também quer levar seus jogos a qualquer dispositivo. Com o Project Atlas, os títulos da empresa vão rodar mesmo em celulares e computadores básicos, contanto que estejam conectados à internet. A EA ainda não deu uma possível data de lançamento para o serviço, e a expectativa é que ela fale mais sobre a plataforma ao longo dos próximos meses.


Games Streaming jogos
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você