Games e Consoles

Xbox Series X

Xbox Series X: tudo o que sabemos sobre o novo console da Microsoft

Daniel Junqueira 13/12/2019 11h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Data de lançamento, jogos, especificações técnicas e mais: tudo o que já foi dito sobre o sucessor do Xbox One

O futuro do Xbox é o Xbox Series X. Durante o The Game Awards 2019, a Microsoft apresentou oficialmente o novo console, com a promessa de lançamento para o fim de 2020.

Apesar de poucos detalhes, a Microsoft já falou algumas coisas bastante interessantes sobre o Xbox Series X. Já sabemos alguns dos jogos que serão lançados para ele, assim como informações sobre o controle e também do design do console.

-> O que podemos esperar do PlayStation 5

O Olhar Digital separou as principais informações já divulgadas sobre o Xbox Series X, além de rumores e especulações. Confira abaixo tudo o que já sabemos sobre o sucessor do Xbox One:

Como será o novo Xbox?

Potente. Bastante potente. Essa é a principal promessa da Microsoft, que não quer repetir erros do passado. Quando o Xbox One foi lançado, em 2013, ele tinha potência inferior ao PlayStation 4 mesmo sendo mais caro, o que é visto como um dos fatores que contribuíram para o sucesso do console da Sony frente ao Xbox. Para a nova geração, a Microsoft quer fazer diferente.

O que está confirmado até o momento é o uso de uma CPU personalizada que será baseada na arquitetura Zen 2 da AMD, com memória RAM GDDR6 e SSD para armazenamento que promete também fazer as vezes de memória RAM virtual. Isso permitirá a execução de jogos em 8K, alcançando taxas de quadros de até 120 frames por segundo. Ele também terá suporte ao Ray Tracing confirmado no PS5. A promessa é de reduzir drasticamente os tempos de carregamento dos jogos, oferecendo mais realismo gráfico.

Segundo rumores, a Microsoft também estaria preparando uma versão mais modesta, sem capacidade 4K nem leitor de discos, que seria também mais barata. Até o momento, no entanto, a empresa não confirmou a existência de um segundo console.

Design

O novo Xbox tem um design bem diferente do que estamos acostumados a ver em consoles. Ele lembra mais um gabinete de PC do que um PlayStation, por exemplo. De acordo com a Microsoft, ele pode ser usado tanto de pé quanto deitado - cada jogador decide como ele se encaixa melhor na decoração da sala.

O formato diferente do Xbox Series X tem uma explicação. A Microsoft quer que o Xbox se misture à sua sala naturalmente, e, para isso, é preciso que ele faça pouco barulho, mesmo com muita potência - o uso de uma única ventoinha grande foi a solução encontrada.

Controle

Sem grandes mudanças de design em relação ao controle do Xbox One, o Xbox Series X vai ganhar um novo botão - o "Share", para compartilhar conteúdo da tela com facilidade mais ou menos como já dá para fazer no PlayStation 4.

Tirando isso, a Microsoft diz que o controle vai ser um pouco mais arredondado do que o modelo atual, uma mudança feita com objetivo de melhorar a ergonomia do acessório.

Aposta em serviços

Para diferenciar o Xbox One do PlayStation 4, a Microsoft introduziu serviços como o Xbox Game Pass, uma assinatura mensal com acesso a um catálogo com mais de 100 jogos. O novo Xbox vai além disso.

Uma das novidades que estão sendo preparadas pela Microsoft é a plataforma de streaming xCloud, para concorrer com o Google Stadia e o PlayStation Now. Com ela, jogadores poderão rodar mesmo os jogos mais pesados do novo console em qualquer lugar, seja no celular, no desktop ou no próprio Xbox.

Reprodução

Sem entrar em muitos detalhes sobre o xCloud, a Microsoft só falou que haverá duas modalidades: streaming a partir da nuvem, que funcionará como no Stadia e no PS Now, e outra que permitirá streaming a partir do console, o que permite rodar os seus próprios jogos do Xbox e jogá-los pelo celular ou outros aparelhos. Essa última modalidade será gratuita; a primeira, não, mas o preço ainda não é conhecido.

E o GamePass, obviamente, vai continuar. Disponível atualmente para Xbox One e PC, o serviço deve ser um dos carros-chefe do novo console, oferecendo uma vasta biblioteca de jogos a um preço baixo. E incluindo grandes lançamentos - ao menos os publicados pela própria Microsoft. Quem comprar o próximo Xbox e assinar o GamePass vai ter a garantia de jogar títulos como "Halo Infinite" e os futuros "Gears of War", "Forza" e mais já no dia que eles saírem.

E os jogos?

Halo Infinite foi o primeiro jogo confirmado - ele sai junto com o Xbox Series X. Mas a Microsoft prepara outros títulos para o console, além de contar com apoio de outras empresas como Activision, Capcom, Take-Two, Electronic Arts e mais.

Durante o The Game Awards 2019, outro jogo foi confirmado para o console: Senua's Saga: Hellblade II, sequência do aclamado título da Ninja Theory.

Um fato que marcou o Xbox One foi a dificuldade da Microsoft em oferecer uma biblioteca variada de títulos exclusivos, diferentemente do que fazem Sony e Nintendo em seus consoles. Para mudar esse cenário, a Microsoft saiu às compras e adquiriu diversos estúdios nos últimos anos.

A tendência, portanto, é que o novo Xbox tenha uma biblioteca forte de jogos exclusivos, contando com produções de estúdios como Obsidian (do recente The Outer Worlds) e a Ninja Theory (de Hellblade: Senua's Sacrifice). Isso sem contar os jogos que são característicos da Microsoft, como as séries "Forza" e "Gears of War".

E além de lançamentos, o novo Xbox será retrocompatível com os três Xbox anteriores. Sim, jogos do primeiro, do 360 e do One rodarão no Series X, inclusive com melhorias técnicas, como já acontece com a retrocompatibilidade do Xbox One.

Realidade virtual

Diferentemente de empresas como Sony e Valve, a Microsoft não planeja investir em realidade virtual por enquanto. De acordo com o chefe da divisão do Xbox, Phil Spencer, os jogadores não estariam interessados na tecnologia - portanto, a Microsoft não pretende trabalhar com ela no momento. Portanto, ao menos em um primeiro momento, não veremos um Xbox VR.

Lançamento e preço

O Xbox Scarlett será lançado no fim de 2020, a um preço ainda não divulgado, mas com a promessa de não ser tão caro como era o Xbox One lá em 2013. Como resumiu Phil Spencer, chefe da divisão do Xbox, os erros serviram como lição para a empresa. "Eu diria que a geração Xbox One foi um aprendizado. Não estaremos fora da faixa de preço e de poder na próxima," disse o executivo.

Mais informações sobre o Xbox Series X serão divulgadas ao longo de 2020. A expectativa é que até a E3 2020, em junho, a Microsoft dê detalhes sobre o novo console.

Games Microsoft Xbox jogos Project Scarlett
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você