Android gera receita de R$ 136 bilhões em 2019

Plataforma gera receita e empregos no Brasil; estudo inédito também mostra relevância do sistema operacional para democratização do acesso à internet

Da Redação, editado por Daniel Junqueira 23/09/2020 20h50
android boneco
A A A

Em 2019, segundo um levantamento da consultoria global Bain & Company, a receita acumulada gerada pelas empresas diretamente envolvidas com o desenvolvimento de produtos Android foi de R$ 136 bilhões, o equivalente a 2% do PIB nacional no último ano.


O estudo, inédito no Brasil, aponta também que 630 mil empregos estão nesta cadeia de valor direta da plataforma Android, o que equivale a, aproximadamente, 35% dos trabalhadores na indústria de tecnologia e telecomunicações. O Brasil está entre os cinco maiores mercados do Android no mundo, com mais de 90% dos brasileiros usuários de celulares utilizando dispositivos com o sistema operacional do Google.

Novos usuários

O documento da Bain & Company também diz que, pelo fato do Android ser um sistema de código aberto, as fabricantes têm mais possibilidades de modifica-lo, lançando uma ampla gama de aparelhos, com capacidade, funcionalidade e faixas de preços diferentes, que cabem em todos os bolsos. Isso ajudou a população brasileira a aumentar seu acesso à internet. Dados apontam que 24 milhões de brasileiros tiveram acesso à internet pela primeira vez por meio de um dispositivo Android nos últimos dez anos.

O valor dos aparelhos contribuiu muito para a democratização do acesso à internet. Enquanto o valor médio de um smartphone Android gira em torno de R$ 1,1 mil, os da Apple têm valor médio de R$ 2,5 mil. O relatório ainda apontou que 80% das pessoas das classes D e E optam por celulares com valores abaixo de R$ 1 mil. Além disso, a classe A é mais propensa a trocar o smartphone por um mais avançado, enquanto as classes D e E costumam comprar um novo no caso de roubo ou defeito.

Bain & Company/Reprodução

Valores de celulares com Android vs Apple. Sistema aberto permite maior variedade de preços. Créditos: Bain & Company/Reprodução.

Além disso, o celular tornou-se a principal forma de entrada para a web: hoje, 97% dos usuários de internet no Brasil acessam ela por meio de um smartphone, e 51% acessa exclusivamente dessa forma. Nove em cada dez usuários utilizam o aparelho todos os dias.

r y _ _ _ _/Flicker

Desenvolvedores brasileiros preferem Android por ser um ecossistema aberto. Android domina mercado brasileiro com presença em 90% dos aparelhos vendidos no país. Créditos: r y _ _ _ _/Flicker.

Mercado de trabalho

O Android contribuiu para a criação de um ecossistema de desenvolvedores e empresas de software, o que abriu novas profissões e formas de trabalho. Hoje, 80% dos desenvolvedores brasileiros trabalham com Android. De acordo com a análise, 78% dos profissionais iniciaram a jornada de trabalho pelo Android, 73% consideram o sistema operacional (OS) como a plataforma principal e 66% dedicam tempo à criação de apps para Android.

Por ano, cerca de 50 milhões de aparelhos são vendidos no Brasil, o equivalente a 3% do mundo ou 56% do total da América do Sul. Com o aumento exponencial no número de smartphones no país, ganharam força dois tipos de trabalho: a dos envolvidos no desenvolvimento de aplicativos e a gig economy, composta por trabalhadores temporários, autônomos e freelancers. O fenômeno é tão recente que, atualmente, cerca de 75% dos trabalhadores da carreira de desenvolvedores estão há menos de cinco anos trabalhando no setor.

Fonte: Mobile Time

Google Mercado Android Sistema Operacional Pesquisa estudo Mercado de Trabalho
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!.

Recomendados pra você