Aos 14 anos, fã da Tesla consegue estágio na Neuralink

Jovem conversou com Elon Musk durante visita do executivo à Berlim; 'quero estagiar na Neuralink porque acredito que é a startup mais interessante no mundo', disse

Rafael Rigues 04/09/2020 11h09
Tesla Kid
A A A

O jovem Silas Heineken, de 14 anos, mostrou a importância de estar no lugar certo, na hora certa. Conhecido no Twitter como "Tesla Kid Grünheide", devido aos vídeos e fotos da construção da giga fábrica de Berlim que captura com um Drone, ele conseguiu conversar brevemente com Elon Musk e recebeu uma promessa de um estágio na Neuralink durante uma visita do executivo a Berlim.


"Se você me perguntasse 'qual a melhor coisa que já lhe aconteceu?' eu responderia: Encontrei Elon hoje e pedi um estágio na Neuralink e ele disse: 'Sim, é na Califórnia, mas sim!'. Totalmente o melhor momento da minha vida!", disse o garoto, que aparece de boné na foto acima.

"Me inspiro em Elon Musk porque acredito que ele é um cara com uma grande visão: tornar o mundo um lugar melhor. A forma como ele faz todas aquelas coisas, que ele gasta inúmeras horas para resolver um único problema é muito impressionante para mim. Eu acredito que ele é a pessoa certa na qual me inspirar", disse Silas ao site Tesmanian.

"Quero estagiar na Neuralink porque acredito que é a startup mais interessante no mundo. A visão de implantar chips em sua cabeça/cérebro para lhe dar a habilidade de fazer coisas como o 'download' de um idioma é estonteante! Quero ser parte disso!", afirmou.

Cyberporcos

Recentemente Musk demonstrou o progresso da tecnologia de implante cerebral da Neuralink com porcos. O chip gerava uma reação quando o animal era estimulado de alguma forma, ao cheirar algum objeto, ao encostar o focinho no chão ou ao comer. Cada reação era transformada em um ponto na tela e reproduzindo um som.

A partir dessa coleção de dados, a tecnologia era capaz de interpretar movimentos e prever os próximos passos do animal. Na apresentação, enquanto o porco andava sobre uma esteira, a tecnologia era capaz de inferir o ritmo de caminhada e prever sua movimentação com bastante precisão.

Reprodução

Elon Musk segura implante da Neuralink. Foto: Reprodução

Tudo isso, no entanto, é a leitura da informação cerebral. Elon diz que a próxima etapa da tecnologia é a gravação de informação, mas para isso ainda são necessários três requisitos: controle preciso do campo elétrico no tempo e espaço, uma vasta gama de correntes elétricas para diferentes áreas do cérebro e que não cause danos ao órgão no longo prazo.

Fonte: Tesmanian. Imagem de abertura: Reprodução / Ruptly

Tesla elon musk neuralink berlim
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você