Boeing X-37B

Avião espião dos EUA pousa após mais de 2 anos em órbita

Rafael Rigues 28/10/2019 11h04
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Real propósito da aeronave, que não é tripulada, ainda é um mistério. Força Aérea dos EUA menciona apenas o teste de 'novas tecnologias'

O Boeing X-37B, avião espião da Força Aérea dos EUA, pousou neste fim de semana no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, depois de passar 780 dias (2 anos, um mês e 20 dias) em órbita. É um novo recorde, superando sua marca anterior de 717 dias, 20 horas e 42 minutos, estabelecida em maio de 2017.


Não tripulado, o X37-B é um espaçoplano (aeronave capaz de voar tanto no espaço quanto na atmosfera) que lembra um ônibus espacial em miniatura. Seu real propósito é mantido em segredo: especula-se que o veículo seja parte de um sistema de espionagem desenvolvido para observar a China e outros rivais dos EUA durante longos períodos, com mais flexibilidade do que um satélite convencional.

Já a Força Aérea dos EUA, responsável por sua operação, admite que usou o veículo para realizar testes de um sistema de propulsão iônica desenvolvido pela empresa Aerojet Rocketdyne, bem como um novo sistema de dissipação de calor para “sistemas eletrônicos experimentais” usados no espaço.

Atualmente há dois X37-B em operação. Em 2011 a Boeing anunciou planos para a construção de uma versão em escala maior (até 180% do tamanho atual), capaz de levar até seis astronautas ao espaço dentro de um compartimento pressurizado.

Fonte: Engadget

Nasa espaço Boeing militar tecnologia militar espaçonave
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você